Benefícios da CTPS digital

Os famosos ‘’livrinhos azuis’’ estão sendo substituídos. A CTPS digital veio pra substituir as carteiras impressas, onde eram anotados os registros profissionais do trabalhador.

Sua legalidade veio a tona em 2019, apesar de ter sido implantado no país em 2017.

Hoje em dia já é possível visualizar as informações de registroadmissãodemissãoalteração de salários, tudo diretamente através da Carteira Digital acessando pelo celular ou computador.


Antes o trabalhador precisava levar toda a documentação juntamente com a carteira de trabalho a empresa para que o registro fosse feito.

De lá ia para o escritório de contabilidade ou as anotações eram feitas manualmente.

Hoje com a implementação da CTPS digital isso tudo é feito digitalmente e as informações são enviadas automaticamente para o Ministério do trabalho.


E o MT faz as atualizações periódicas no sistema o que permite a visualização de todas as informações pelo trabalhador.

O que essas mudanças trouxeram para empregados e empregadores?

Antes, ao solicitar um beneficio previdenciário, exemplo: pensão, aposentadoria, corríamos o risco de haver divergências de informações.

Além de perca de documentos, e aí o processo demorava ou não podia ser concluído, causando transtornos e aborrecimentos.

Contratações também ficaram livres de burocracias, deixando o processo mais ágil e prático.


Importante poder contar com uma assessoria contábil e empresarial, para lidar com as questões trabalhistas de sua empresa.

Como assinar a carteira digital?

Uma dúvida muito comum é: como assinar a carteira agora que ela é digital?

A resposta é simples: não é necessário assinar. Pelo menos não da forma tradicional com papel e caneta. 

A assinatura física foi substituída por uma digital.

Em geral, as empresas somente solicitam os dados necessários para fazer o registro da pessoa que está sendo empregada e isso já vale como uma assinatura. 

Em outros casos, existem sites e aplicativos usados pelas empresas contratantes que servem como uma assinatura digital para os contratos.

Mas não se preocupe, porque em nenhum desses casos é necessário que você de fato escreva a sua assinatura.  

Aqui você encontra uma equipe diferenciada e sob medida para a sua necessidade.

Um portal para facilitar sua vida

Um dos benefícios da Fiscalizo Seguros é disponibilizar um portal como uma opção de autoatendimento.

Que fornece aos clientes em um único ponto de acesso as informações da empresa/produto.

Através dele é permitido que os clientes obtenham informações e resolvam problemas por conta própria a qualquer momento.

No geral, é uma maneira econômica de oferecer suporte aos clientes, mesmo quando os agentes não estão em atendimento.

Fiscalizo Seguros é uma das poucas contabilidades online de São Paulo SP, com preços e benefícios para empresas.

Empresas que estão iniciando a sua jornada, seja ela MEI ou Simples Nacional.

Desde 2021 estamos implantando novas ferramentas para beneficiar nossos clientes.

Veja alguns dos serviços disponíveis em nosso portal:

  • Calendário de obrigações fiscais: Visualize de modo rápido, simples e prático todas as obrigações fiscais da sua empresa.
  • Emissor de nota fiscal: Com nosso emissor é possível emitir uma nota em questão de segundos, de modo rápido, prático e simples.
  • Ponto eletrônico: Controle a jornada de trabalho da sua empresa.

Nos dias de hoje os consumidores são mais autossuficientes e preferem pesquisar informações online antes de ligar para o suporte.

Diante disso, a demanda por portais de autoatendimento vem aumentando muito nos últimos anos.

Abaixo estão algumas das estatísticas mais recentes:

  • Pesquisas mostram que 98% dos consumidores experimentaram uma solução de autoatendimento, incluindo a pesquisa de perguntas frequentes de uma empresa, centro de ajuda ou outros recursos online.
  • Bases de conhecimento, como perguntas frequentes, são as opções de autoatendimento usadas com mais frequência disponíveis atualmente.
  • Uma notável parte dos consumidores globais esperam que as marcas e organizações ofereçam um portal online para autoatendimento.

Em nosso site você pode encontrar todas as informações sobre os serviços oferecidos pela Fiscalizo Seguros e as facilidades através do nosso portal – Basta clicar aqui –

Nosso portal oferece uma variedade de serviços que podem ajudar o seu negócio crescer! Vamos lá?

Nova medida para o Trabalho Híbrido

Trabalho híbrido, home office, teletrabalho. Condições e adequações que tomaram proporção nos tempos de pandemia pela qual o mundo ainda está tentando voltar à normalidade.

Em nova medida recente publicada pelo MP ficou determinado que o comparecimento do trabalhador à empresa para executar tarefas específicas não descaracteriza o teletrabalho e que empregados com deficiência ou com filhos de até quatro anos devem ter prioridade nas vagas de home office.

Além disso, o teletrabalho pode ser contratado tanto por jornada como por produção ou tarefa.

No primeiro caso, passa a ser exigido controle de ponto dos trabalhadores.

No segundo, ele pode trabalhar na hora em que desejar.

 

Outro alvo da MP foi o auxílio-alimentação, que deve ser destinado exclusivamente à compra de refeições ou de gêneros alimentícios.

Pela norma, as administradoras de cartões não podem conceder para as empresas contratantes descontos ou condições de pagamento que eliminem a natureza pré-paga do benefício.

Contratos já firmados podem ser mantidos até maio de 2023.

O descumprimento das restrições pode acarretar multa variável entre R$ 5 mil e R$ 50 mil, que será dobrada em caso de reincidência.

A penalidade se estende a estabelecimentos que comercializarem produtos não alimentares e à empresa que os credenciou.

À exceção da multa, esses pontos já tinham sido objeto do Decreto nº 10.854/21, mas valiam apenas para os participantes do PAT.

A MP amplia o limite para empresas fora do programa.

Especialistas veem a norma como uma forma de o governo validar as restrições impostas no decreto e que estão sendo questionadas judicialmente pelas empresas.

Mais detalhes no site do MP

 

Leia também:

https://fiscalizoseguros.com/sst-no-esocial-conheca-a-obrigatoriedade-e-saiba-como-se-adequar/

https://fiscalizoseguros.com/irpf-2022-imposto-de-renda-da-pessoa-fisica/

 

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário.

Saiba os principais erros que devem ser evitados na contabilidade da sua empresa

Mesmo em meio a pandemia, que obrigou várias empresas a fecharem suas portas por conta contaminação pela Covid-19, que alastrou -se por todo o mundo ceifando várias vidas, o número de empresas abertas, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) de São Paulo, diz que em 2021, o estado superou o número anual de empresas abertas na série histórica realizada desde 1998.  Ainda conforme o órgão, na soma registradas pela Junta Comercial do Estado de São Paulo (JUCESP), o estado alcançou a marca de 236.008 novos empreendimentos.

Mas, muitas dessas empresas para ter o seu negócio bem estruturado, há algumas demandas, tais como contratação de funcionários, emissão de certificado, licenças para funcionamentos, em alguns casos, conhecimento de mercado, ‘marketing’, localização do empreendimento e o principal, as finanças, inclusive a contabilidade correta para não ter erros neste campo tão importante para o seu negócio. Por isso, se você não quiser cometer deslizes nesta área, essa leitura é fundamental para descobrir em quais situações sua empresa encontra-se.

Os principais erros cometidos em uma empresa no processo contábil

A missão de notas ficais, por mais que seja um assunto corriqueiro em muitas empresas, ainda é uma questão muito séria, pois quem deixa de emiti-las não retém impostos, que é uma maneira que o Governo Federal tem para antecipar uma parte dos valores que devem ser pagos pelas empresas e combater a sonegação. Além disso, apesar de estar sonegando impostos, não é documenta as vendas de produtos e serviços do gerenciamento, entre outros.

Em suma, lembre- se para não haver nem um problema com a órgão regulador, é muito relevante emitir as notas fiscais de modo correto, pois além de pagar os impostos, elas facilitam o trabalho do seu gerenciamento financeiro.

Não ter uma boa contabilidade para dar suporte em dúvidas

Um escritório de contabilidade é importante para uma empresa ou negócio. Mas, ele não pode servir apenas na época de declarar o tão falado por muitos, o Imposto de Renda. Esse serviço vai muito além do imagina.

Por certo, um profissional contábil serve para indicar as melhores resoluções para melhor o índice financeiro da sua empresa. Muito, além disso, ele pode auxiliar você em questão tributárias, patrimoniais ou até mesmo nas questões que envolvem a área trabalhista. Também pode ajudar a controlar o fluxo de caixa e calcular os tributos obrigatórios.

Finanças pessoas com as da empresa

O grande erro em um início de negócio é envolver orçamento pessoal e empresarial o que impossibilita acompanhar o caixa financeiro da empresa, causando dúvidas. Em resumo, isso pode fazer com que o financeiro fique no vermelho, ou seja, que ao final do mês as contas não sejam pagas.

Por isso, o mais recomendado é ter contas bancárias diferentes para cada um, definindo qual é o seu pró-labore e não fazer retiradas do caixa, e anotar todos os gastos.

Analisar os dados corretamente e documenta-los

A documentação de todo o processo de uma empresa e análise de informações é de extrema importância que ajuda não somente no controle operacional, mas também na tomada de decisões mais contundentes, pois é por meio destas análises que são mostrados os resultados se foram positivos ou não. A partir disso, você amplia o seu campo de visão sobre o presente e o futuro da empresa e consegue ser mais eficaz em sua rotina.

Quer receber mais informações sobre o mundo da contabilidade ou tirar dúvidas? Entre em contato conosco: (11) 98079-1000.

SST no eSocial: conheça a obrigatoriedade e saiba como se adequar

O SST no eSocial começou a ser obrigatório para empresas cujo faturamento esteja acima de R$78 milhões. As informações passadas para o eSocial substituirão a CAT e o PPP enviadas diretamente para o site da previdência ou entregues pessoalmente agora são vinculadas ao eSocial.

Mas como a empresa pode se adequar às novas regras? Qual a melhor forma de fazer essa transição? Para ajudar você, gestor, separamos abaixo as informações necessárias para entender melhor o que significam as mudanças do SST no social. Boa leitura!

O que são eventos de Saúde e Segurança no Trabalho (SST)?

Os eventos de Saúde e Segurança no Trabalho, chamados SST, são aqueles em que se inserem momentos de acidentes no trabalho, doença do colaborador e Condições Ambientais do Trabalho – Agentes nocivos.

O SST no eSocial começou a ser obrigatório para empresas cujo faturamento esteja acima de R$78 milhões. (Imagens: Ilustrativa)
O SST no eSocial começou a ser obrigatório para empresas cujo faturamento esteja acima de R$78 milhões. (Imagens: Ilustrativa)

Com isso em mente, as mudanças estabelecidas fazem com que as informações de SST sejam enviadas ao eSocial. Ou seja, as informações que antes eram relatadas por meio do preenchimento do CAT e enviadas para o site da previdência, agora são vinculadas ao eSocial.

Com as mudanças que foram feitas, os eventos SST (Serviços de saúde e segurança do Trabalho) deverão ser enviados pelo eSocial. Essa mudança tem a intenção de fazer com que o envio dessas informações seja feito com mais segurança.

Porém as mudanças serão feitas por grupos, os primeiros grupos a terem que enviar os eventos SST pelo e Social são as empresas do grupo 1, elas deverão fazer os envios ainda esse mês.

As empresas do grupo um terão que realizar o envio dos eventos ao SST da quarta fase da implantação do eSocial a partir do dia 13 de Outubro deste ano, leia este artigo e veja quais são esses eventos.

Os grupos

As empresas que devem fazer o envio das informações pelo eSocial foram divididas em quatro grupos, as empresas do grupo 1 serão as primeiras a realizar a quarta fase, pois elas têm o maior faturamento.

Vamos te apresentar quais são esses grupos, para você poder entender melhor leia os tópicos a seguir:

  • Grupo 1 – Empresas com faturamento anual superior a 78 milhões: Estarão obrigadas a prestarem o envio de informações de Saúde e Segurança do trabalho no eSocial a partir do dia 13/10/2021.
  • Grupo 2 – Empresas não optantes pelo Simples Nacional com faturamento no ano de 2016 de até 78 milhões: vão ter que prestar o envio de informações de Saúde e Segurança do trabalho no eSocial a partir do dia 10/01/2022.
  • Grupo 3 – Empregadores optantes pelo Simples Nacional, empregadores pessoa física (exceto doméstico), produtor rural PF e entidades sem fins lucrativos: vão ter que prestar o envio de informações de Saúde e Segurança do trabalho no eSocial a partir do dia 10/01/2022.
  • Grupo 4 – Órgãos públicos e organizações internacionais: vão ter que prestar o envio de informações de Saúde e Segurança do trabalho no eSocial a partir do dia 11/07/2022.

O SST no eSocial começou a ser obrigatório para empresas cujo faturamento esteja acima de R$78 milhões. (Imagens: Ilustrativa)
O SST no eSocial começou a ser obrigatório para empresas cujo faturamento esteja acima de R$78 milhões. (Imagens: Ilustrativa)

Quais eventos devem ser enviados a partir do dia 13/10?

Confira os eventos segundo as datas informadas pela Portaria Conjunta SEPRT/RFB/ME Nº 71 de 29/06/2021.

Os eventos SST que deverão ser enviados a partir do dia 13/10 integram a quarta fase da implantação do eSocial e são os seguintes:

  • S-2210 – Comunicação de Acidente de Trabalho;
  • S-2220 – Monitoramento da Saúde do Trabalhador;
  • S-2240 – Condições Ambientais do Trabalho – Agentes Nocivos.

Então, se atentem aos prazos e eventos que deverão ser enviados pelo eSocial a partir do dia 13/10/2021. Eles fazem parte da quarta e última fase da implantação do eSocial para as empresas do grupo 1.

Atualmente o envio ao eSocial com a informação de agente nocivo já é feito a cada pagamento pelo setor de departamento pessoal. Visto que as informações nesse tipo de evento fazem parte do PPP.

O envio deve ser feito até o dia 15 do mês seguinte da obrigatoriedade. E no caso de admissão do trabalhador o prazo não se altera.

Como saber se o que foi enviado está correto?

Por se tratar de um preenchimento extenso e muito burocrático, é normal que a empresa tenha essa dúvida. Todavia, os recibos que são o comprovante de que o eSocial recebeu o registro, ficam armazenados em software.

Sendo assim, a empresa tem uma maior segurança a respeito dos envios SST no eSocial. Mesmo porque, nesse mesmo menu, é possível acompanhar o processo de envio, uma vez que, o registro pode apresentar alguma crítica a ser tratada.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e tenha um dos melhores escritórios do país ao seu lado. Siga as nossas redes sociais Instagram, FacebookLinkedin e Youtube.

Veja também:

8 motivos para contratar um contador para sua empresa

5 dicas para aguçar sua capacidade de liderança

Aposentado precisa declarar imposto de renda? Confira as regras

Qual a diferença entre falência, concordata e insolvência civil?

Importância da Contabilidade para Advogados

Abrir um escritório de advocacia ou fazer atendimento como Simples Nacional, requer tomar decisões importantes como Capital Social, Regime de Tributação, Porte e participação (se tiver sócios), Natureza Jurídica e outras escolhas que indiretamente afetam na carga tributária do negócio.

Através dessa nova solução você terá um Assessor Financeiro Especialista em seu segmento para cuidar do seu financeiro! Tenha suporte desde a abertura de empresas até o registro da OAB PJ. É mais tempo para você cuidar do seu negócio. Saiba mais

Contabilidade para advogados na segregação de receitas

Um dos principais pontos da contabilidade para advogados e escritórios de advocacia é a segregação de receitas de honorários e valores creditados a clientes. Afinal, qualquer erro pode gerar transtorno aos profissionais, custos elevados e até multas.

Sociedade Simples, você sabe como funciona?

Ela funciona como um formato de sociedade previsto pelo Código Civil de 2002, para a formalização de micro e pequenas empresas nas quais os proprietários exercem atividades fim específicas. Os envolvidos prestam serviços para os quais formalizaram a união intelectual e conseguem aproveitar as vantagens tributárias previstas na lei.

Tributação de advogado associado

Um advogado associado, com relação devidamente instrumentalizada em contrato regular registrado na Ordem dos Advogados, não é nem sócio nem empregado do escritório advocatício. É, como o nome diz, associado, atendendo a um regramento próprio insculpido no Provimento Federal n° 112/2006 da OAB.

Como fazer a contabilidade de um escritório de advocacia

O primeiro passo é fazer a contabilidade jurídica mantendo o controle financeiro. É preciso registrar todos os valores que entram e saem, seja das contas de advogados individuais ou de um escritório de advocacia.
Em sequência, é preciso ter em mente que evitar despesas maiores desnecessárias é importante ao controlar impostos, por exemplo.

Afinal, como realizar o controle financeiro?

  • No registro dos custos (passivos), o advogado pode registrar, por exemplo:
  • Custos com aluguel e outras contas, como energia elétrica, internet, entre outras;
  • Custos com instrumentos da atividade profissional, como aquisição e manutenção de equipamentos;
  • Custos com possíveis serviços contratados para a atividade profissional, como consultorias, serviços de marketing e design, por exemplo;
  • Despesas tributárias; entre outros.
  • Os valores recebidos a título de atendimentos e outros serviços.

Principais dúvidas sobre a contabilidade para advogados

  • 1. Como abrir uma empresa?

Mesmo para advogados autônomos, pode ser benéfico formalizar a empresa, sobretudo pela economia tributária. Trabalhar como autônomo, por exemplo, exige que sejam pagos tributos como Imposto de Renda e contribuição à Previdência Social superiores aos de uma empresa.
Portanto, é benéfico formalizar uma empresa quando as alíquotas incidentes sobre os rendimentos do advogado autônomo superam aqueles incidentes sobre os da pessoa jurídica.

  • 2. Sociedade de advogados também se beneficia do Simples Nacional?

Segundo o artigo 15 do Estatuto da Advocacia e da OAB, “os advogados podem reunir-se em sociedade simples de prestação de serviços de advocacia ou constituir sociedade unipessoal de advocacia”. Contudo, pode ainda restar dúvidas quanto à opção do Simples Nacional por sociedades de advogados, Simples ou Unipessoais, uma vez que o artigo 3º, da Lei Complementar nº 123/2006, não traz essa especificidade. Assim, ele dispõe:
Art. 2º Para fins desta Resolução, considera-se:
I.Microempresa (ME) ou empresa de pequeno porte (EPP) a sociedade empresária, a sociedade simples, a empresa individual de responsabilidade limitada ou o empresário a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 – Código Civil, devidamente registrados no Registro de Empresas Mercantis ou no Registro Civil de Pessoas Jurídicas, conforme o caso, e a sociedade de advogados registrada na forma prevista no art. 15 da Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994, desde que: (Lei Complementar nº 123, de 2006, art. 3º, caput; art. 18, § 5º-C, VII).

  • 3. Quais os livros necessários à contabilidade para advogados que optem pelo Simples Nacional?

Livros Caixa: com a escrituração de toda a sua movimentação financeira e bancária;
Livro Registro de Inventário: com registro dos estoques existentes no término de cada ano-calendário, caso seja contribuinte do ICMS;
Livro Registro de Entradas: modelo 1 ou 1-A, com a escrituração dos documentos fiscais relativos às entradas de mercadorias ou bens e às aquisições de serviços de transporte e de comunicação efetuadas a qualquer título pelo estabelecimento, caso seja contribuinte do ICMS;
Livro Registro dos Serviços Prestados: com registro dos documentos fiscais relativos aos serviços prestados sujeitos ao ISS, caso seja contribuinte do ISS;
Livro Registro de Serviços Tomados: com registro dos documentos fiscais relativos aos serviços tomados sujeitos ao ISS;
Livro de Registro de Entrada e Saída de Selo de Controle: caso seja exigível pela legislação do IPI.

  • 4. Sociedade de Advogados não pode utilizar nome fantasia?

Não pode, conforme Artigo 16 do Estatuto da Advocacia e da OAB. Veja o que está escrito:
“Art. 16. Não são admitidas a registro nem podem funcionar todas as espécies de sociedades de Advogados que apresentem forma ou características de sociedade empresária, que adotem denominação de fantasia, que realizem atividades estranhas à advocacia, que incluam como sócio ou titular de sociedade unipessoal de advocacia pessoa não inscrita como Advogado ou totalmente proibida de advogar.”

  • 5. Que CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) deve ser utilizado para Sociedade de Advogados?

Representação legal dos interesses de uma parte contra outra, diante de tribunais ou de outros órgãos judiciais, realizada por Advogado ou sob sua supervisão, tais como: aconselhamento e representação em ações civis, aconselhamento e representação em ações criminais, aconselhamento e representação em ações administrativas, aconselhamento e representação em ações trabalhistas e comerciais;

  • 6. Uma Sociedade de Advogados precisa ter um Contador?

É preciso ter claro que uma empresa, independente da natureza jurídica, precisa saber das obrigações acessórias, do controle financeiro, das regulações e impostos com o fisco para estar dentro das leis e evitar problemas no futuro. Sendo assim, um contador ou escritório de contabilidade é indicado para fazer os cálculos necessários, entregar as declarações e estar atento a qualquer mudança prevista na Lei.

  • 7. Você pode ser advogado e contador ao mesmo tempo?

Para que um empresário resolva suas questões jurídicas, ele deve consultar um advogado.
Veja o que diz a Lei 8.906/94:
Art. 1º São atividades privativas de advocacia:
I – a postulação a qualquer órgão do Poder Judiciário e aos juizados especiais; (Vide ADIN 1.127-8)
II – as atividades de consultoria, assessoria e direção jurídicas. […]

§ 2º Os atos e contratos constitutivos de pessoas jurídicas, sob pena de nulidade, só podem ser admitidos a registro, nos órgãos competentes, quando visados por advogados.
Ou seja, um contador possui um espectro de atividades que não é o mesmo de um advogado e caso ele exerça atividades que competem ao que é estabelecido pela OAB estará exercendo sua profissão ilegalmente. (art. 47 da Lei de Contravencoes Penais).

Além disso, estará correndo o risco de fazer sugestões e orientações de maneira equivocada.

Se você é advogado, ou tem um escritório de advocacia, entre em contato conosco, temos planos exclusivos para empresas neste ramo, com uma equipe de profissionais contábeis prontos para te atender.

  • Gostaria de apoio com a gestão financeira do seu escritório de advocacia?

Nós sabemos que é muito comum na vida de um advogado sócio de um pequeno escritório ter que se desdobrar para cuidar não só de seus clientes mas também de todas as rotinas financeiras necessárias para garantir uma boa gestão do seu negócio. Foi por esse motivo que a Contabilizei criou uma nova solução visando ajudar advogados a ganharem mais tempo e garantir a boa gestão do seu escritório.

Fonte: Contabilizei

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e tenha um dos melhores escritórios do país ao seu lado. Siga as nossas redes sociais Instagram, FacebookLinkedin e Youtube.

Veja também:

8 motivos para contratar um contador para sua empresa

5 dicas para aguçar sua capacidade de liderança

Aposentado precisa declarar imposto de renda? Confira as regras

Qual a diferença entre falência, concordata e insolvência civil?

Suporte