Veja dicas de gestão para empreendedores iniciantes

Abrir um negócio e ter gestão é sempre um grande desafio. Muitos empreendedores se concentram apenas na ideia e esquecem o principal: elaborar um bom planejamento estratégico e financeiro. A cada 100 empresas abertas no Brasil, pouco mais de 75 sobrevivem ao primeiro ano, segundo o Sebrae.

Para Vinícius Roveda, fundador da ContaAzul, empresa que oferece serviços de gestão online para pequenas empresas, os cuidados dos empreendedores iniciantes devem ser redobrados. Com o objetivo de ajudar quem está começando, ele listou 12 dicas para quem quer evitar os erros mais comuns ao abrir um negócio:

1 – Compartilhe a sua ideia

Essa atitude, mesmo em um estágio inicial do negócio, pode economizar um bom tempo e muito dinheiro. Esqueça o medo de que alguém irá copiar o seu projeto e compartilhe o que pensa com outros empreendedores, principalmente com aqueles que já tiveram alguma experiência semelhante.

2 – Valide o seu modelo de negócio

Roveda afirma que a falta de planejamento é uma das principais causas de mortalidade das empresas. Os erros são comuns, mas o importante, segundo ele, é que as falhas sejam encaradas como um aprendizado. O ideal é testar e validar seu negócio o mais rapidamente possível – e não ter medo de mudar completamente a estratégia caso seja preciso. Lembre-se de que, se você invalida uma ideia em pouco tempo, o prejuízo é menor. O canvas é um modelo bastante útil para elaborar seu plano de negócios. Aprenda aqui a fazê-lo.

3 – Conheça profundamente os seus clientes

Quanto mais você conhecer o seu cliente, maior será a probabilidade de você ter sucesso. Mas não basta apenas ter informações do tamanho do seu público-alvo e de sua preferência. Também é importante entender o comportamento, os hábitos e as rotinas de quem você quer atingir. Com essas informações em mãos, é possível personalizar produtos ou serviços, conquistar os usuários e obter sucesso mais facilmente.

Abrir um negócio e ter a gestão é sempre um grande desafio. Muitos empreendedores se concentram apenas na ideia e esquecem o principal. (Imagem: Ilustrativa)
Abrir um negócio e ter a gestão é sempre um grande desafio. Muitos empreendedores se concentram apenas na ideia e esquecem o principal. (Imagem: Ilustrativa)

 

Quais são as profissões do futuro?

Quem deve emitir Nota Fiscal Eletrônica?

4 – Fuja da informalidade

Empreendedores iniciantes se veem tentados a começar suas atividades de maneira informal. A intenção principal é fugir dos impostos. No entanto, sem a formalização, o seu negócio fica impedido de crescer. A capacidade de emitir nota fiscal, criar uma conta bancária como pessoa jurídica, obter máquinas de cartão de crédito e solicitar empréstimos públicos é exclusiva para quem tem um CNPJ.

5 – Seja um bom gestor administrativo

Ter experiência no ramo de atuação é importante, mas não é tudo. Boa parte dos empreendedores iniciantes acredita que é possível administrar uma empresa com o conhecimento adquirido em uma graduação específica. Para Roveda, tal postura é inadequada. Sem conhecimento em administração, o empresário corre o risco de ver o negócio afundar.

6 – Tenha uma vida financeira organizada

Muitos empreendedores vivem mergulhados em uma completa desorganização financeira, algo terrível para os negócios. Para “sair do vermelho”, o primeiro passo é organizar seu fluxo de caixa. Com planilhas simples, é possível controlar os valores que entram e saem, inclusive com previsões futuras. Alguns softwares de gestão auxiliam o controle financeiro, informando o que vence e o que deverá entrar no seu caixa. Dessa forma o empresário terá total controle da situação monetária e poderá planejar o crescimento saudável do negócio.

7 – Separe despesas pessoais e empresariais

Às vezes, por causa de apertos financeiros ou pura desorganização, o empreendedor usa o dinheiro da empresa para pagar despesas pessoais – ou vice-versa. Segundo Roveda, esse é um dos erros mais comuns entre os donos de pequenos negócios. Ele recomenda que o empreendedor fixe uma retirada mensal dos ganhos do negócio – valor tecnicamente chamado de pró-labore – e reinvista o resto dos lucros na própria empresa, estimulando seu crescimento.

8 – Defina o valor do seu produto de maneira consciente

Empreendedores iniciantes também costumam errar muito na hora de definir a margem de lucro e fixar preços de produtos. É comum encontrar empresários que vendem muito, mas se queixam de não ver o dinheiro entrar. Isso acontece em razão de cálculos equivocados. Saiba que há técnicas corretas para definir margens de lucro e preço de produtos e serviços. Se você não as conhece, está na hora de rever as finanças da empresa, segundo Roveda.

Abrir um negócio e ter a gestão é sempre um grande desafio. Muitos empreendedores se concentram apenas na ideia e esquecem o principal. (Imagem: Ilustrativa)
Abrir um negócio e ter a gestão é sempre um grande desafio. Muitos empreendedores se concentram apenas na ideia e esquecem o principal. (Imagem: Ilustrativa)

 

Nome Fantasia: O que é? Como escolher para sua empresa

Entenda a relação entre Contabilidade e curva ABC das empresas

9 – Saiba negociar

Cortar gastos e economizar ao máximo: o empreendedor que pensa assim vai longe, de acordo com o fundador da ContaAzul. Uma estratégia importante para conseguir o melhor aproveitamento dos recursos é negociar com os fornecedores. Se você tiver um bom fluxo de caixa, conseguirá fazer compras grandes com pagamento à vista, o que pode significar custos menores na hora de repor o estoque e lucros mais altos no momento das vendas.

10 – Gerencie seu estoque

O gerenciamento de estoque também é um dos pontos fundamentais para o sucesso de um negócio, seja ele virtual ou físico. Todo empreendedor deve ter em mente que, se vender, precisa entregar. Por este motivo, é importante saber exatamente a quantidade de cada item disponível. Caso você trabalhe com mercadorias de curto prazo de validade, o controle deve ser ainda mais rigoroso.

11 – Adote estratégias de comunicação

Estratégias de comunicação devem ser adotadas em qualquer negócio, seja ele de grande ou pequeno porte. Algumas medidas criativas podem ser adotadas sem grandes custos. Um newsletter para o e-mail dos seus clientes, informando sobre novidades e promoções, é uma forma relativamente barata de informá-los. As redes sociais, segundo Roveda, não podem ser deixadas de lado.

12 – Seja criativo

O fundador da ContaAzul não acredita que seja preciso “reinventar a roda”. Mas soluções criativas e diferenciais exclusivos são decisivos para levar sua empresa ao sucesso.

É essencial você consultar uma empresa de contabilidade de preferência digital, assim você terá as orientações precisas sobre as licenças e inscrições necessárias à sua atividade específica e menos burocracia. Estamos aguardando seu contato para melhor assessorá-lo. Conte com a Lucre no seu novo projeto!

Fonte: Conta Azul 

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e siga as redes sociais Facebook, Instagram, Linkedin e Youtube.

Nome Fantasia: O que é? Como escolher para sua empresa

Quando estão próximos de ter o primeiro filho, geralmente os país sofrem em uma etapa extremamente importante, a escolha do nome. Afinal de contas, será exatamente pelo nome, que a criança será conhecida em sua trajetória de vida.

A mesma importância se dará ao nome de uma empresa. Escolher a identidade de um negócio é um dos passos mais importantes para quem está começando. Para escolher, a decisão, de acordo aos estudiosos, deverá ser baseada em aspectos que despertam no público-alvo a curiosidade de conhecer a empresa e adquirir o produto ou serviço oferecidos por ela.

Quando estão próximos de ter o primeiro filho, geralmente os país sofrem em uma etapa extremamente importante, a escolha do nome. (Imagem: ilustrativa)
Quando estão próximos de ter o primeiro filho, geralmente os país sofrem em uma etapa extremamente importante (Imagem: ilustrativa)

 

Pesquisa revela relação entre empresário e contador. Veja

Saiba as diferenças entre sócio – administrador e sócio – quotista

NOME IDEAL

O nome ideal é aquele que tem apelo entre os consumidores, se diferencia dos concorrentes, é pronunciável e facilmente escrito, nomes de grafia simples facilitam a busca na internet, não existe nome bom ou ruim, mas a pronúncia e a escrita são características essenciais para que a empresa seja lembrada pelos clientes.

DICAS IMPORTANTES

De acordo ao Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) o processo de escolha do nome da empresa vai exigir criatividade, mas também é necessário ter cautela: a tentativa de encontrar um termo engraçado, por exemplo, pode resultar em associações impróprias.

Alguns questionamentos simples, baseado em algumas questões, pode indicar um nome ideal durante o processo de escolha do nome:

  • Quais palavras que remetem ao seu empreendimento chamam a atenção do público-alvo?
  • Qual o melhor termo para descrever o serviço ou produto que oferece?
  • Quais símbolos, figuras ou personagens melhor representam o que a empresa faz?
  • Quais os nomes dos concorrentes? Há algum padrão no mercado?
Quando estão próximos de ter o primeiro filho, geralmente os país sofrem em uma etapa extremamente importante, a escolha do nome. (Imagem: ilustrativa)
Quando estão próximos de ter o primeiro filho, geralmente os país sofrem em uma etapa extremamente importante (Imagem: ilustrativa)

Saiba a importância do Departamento Pessoal para uma empresa

Conheça o SEFAZ e veja porque você precisa dele

ONDE REGISTRAR

O IPNI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), é um órgão do governo federal que tem a responsabilidade de registrar a propriedade intelectual em patentes, marcas, desenhos industrial e programas de computador, após a escolha do nome faça uma busca no site do INPI e verifique também na internet e em mídias sociais se há outra empresa ou marca com o mesmo nome.

Após confirmada a originalidade do nome, é essencial registrá-lo no INPI para garantir sua propriedade sobre ele.

Fonte: Sebrae

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e tenha um dos melhores escritórios do país ao seu lado. Siga as nossas redes sociais Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.

 

Entenda a relação entre Contabilidade e curva ABC das empresas

A curva ABC é uma ferramenta muito utilizada pelas empresas dos mais variados setores. Conheça aqui um pouco mais sobre esse assunto e entenda como a contabilidade atua na definição dessa curva dentro das empresas dos seus clientes.

O QUE É A CURVA ABC?

A curva ABC, também conhecida como 80-20, foi criada baseada nas teorias econômicas de um renascentista italiano, em 1897, chamado Vilfredo Paretto. Na época, ele criou um estudo sobre como era feita a distribuição de renda e percebeu, então, que a distribuição das riquezas era feita de uma forma muito desconforme: Paretto constatou que 80% das riquezas se concentravam nas mãos de uma pequena porção da população, 20%. Daí o nome curva 80-20.

Desde então, esse princípio de avaliação passou a ser aplicado em várias outras áreas e atividades, como nos setores industrial e comercial. Hoje em dia, a curva ABC vem sendo muito utilizada no controle de estoques, na definição de políticas de vendas, no planejamento de distribuição, na programação da produção e em vários outros assuntos comuns no dia a dia de toda empresa.

Com o avanço tecnológico e o uso de computadores que se tornam cada vez mais potentes e mais acessíveis, surgiram muitos softwares que ajudam com um processamento muito mais prático do grande volume de dados com que uma empresa tem que lidar frequentemente.

A curva ABC é uma ferramenta muito utilizada pelas empresas dos mais variados setores. (Imagem: Ilustrativa)
A curva ABC é uma ferramenta muito utilizada pelas empresas dos mais variados setores. (Imagem: Ilustrativa)

Empresa pode pedir teste de gravidez no exame admissional ou demissional?

Quais são as profissões do futuro?

MAS AFINAL, O QUE REPRESENTAM AS LETRAS A, B E C?

No caso do estoque, as letras A, B e C separam os itens de acordo com sua importância e impacto. Dessa forma, a classificação fica assim:

Classe A: se trata dos principais itens no estoque. São itens de altíssima prioridade, que nunca devem faltar. 20% desses itens já correspondem a 80% do valor do estoque.

Classe B: são itens ainda considerados preciosos economicamente, mas menos importantes que da classe A. 30% desses itens correspondem a apenas 15% do valor do estoque.

Classe C: esses são os 50% restantes dos itens em estoque. São os menos valiosos e correspondem a apenas 5% do valor do estoque.

No caso dos clientes, é só aplicar a mesma regra. Clientes da classe A são aqueles com os contratos mais caros e responsáveis pelas maiores vendas da empresa, e assim sucessivamente, seguindo a classificação.

A curva ABC é uma ferramenta muito utilizada pelas empresas dos mais variados setores. (Imagem: Ilustrativa)
A curva ABC é uma ferramenta muito utilizada pelas empresas dos mais variados setores. (Imagem: Ilustrativa)

Quem deve emitir Nota Fiscal Eletrônica?

Chegou a hora de Migrar de MEI para ME. Saiba como

QUAL A RELAÇÃO DA CURVA ABC COM A CONTABILIDADE?

Como a curva ABC permite que seja feita uma análise envolvendo todas as vendas, compras, estoque e, consequentemente, o dinheiro movimentado, a curva ABC possui grande valor para a contabilidade da empresa. Se tudo o que entra e sai da empresa for rigorosamente controlado, a chance de ter um nível de fluxo de caixa adequado é muito maior. Além disso, a curva ABC evita alguns acidentes potencialmente perigosos como, por exemplo, deixar clientes desabastecidos, finanças comprometidas ou compras inadequadas e desnecessárias.

É um conceito relativamente fácil de ser aplicado, mas exige que o gestor da empresa e o profissional contábil tenham grande atenção para com o estoque — que costuma ser um grande problema para as empresas, pois demanda muito espaço e custos para mantê-lo.

Fonte: Jornal Contábil

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e nós acompanhe nas redes sociais Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.

Empresa pode pedir teste de gravidez no exame admissional ou demissional?

Segundo a legislação trabalhista brasileira, todo candidato a um emprego precisa passar por um exame médico antes de ser contratado. É o exame admissional, cuja função é avaliar se o trabalhador possui condições de saúde física e mental compatíveis com o cargo ou função que pretende ocupar.

O exame admissional é uma via de mão dupla. Ao mesmo tempo em que assegura ao trabalhador que o novo emprego não agravará um problema de saúde já existente, informa ao empregador sobre sua aptidão para o cargo, bem como evita o ajuizamento de ações por conta de uma enfermidade anterior ao início do contrato. Funciona, portanto, como uma garantia para ambas as partes.

Normalmente, o exame é bem simples e consiste em uma entrevista com o candidato para apurar eventuais doenças crônicas, afastamento médico em empregos anteriores e agentes nocivos aos quais ele já esteve exposto. Caso o médico julgue necessário, exames adicionais podem ser solicitados, como por exemplo exame clínico, de audiometria, acuidade visual, eletrocardiograma, exames de sangue, fezes, urina, entre outros.

Pedir exame de gravidez no momento da demissão de uma funcionária não configura o crime previsto na lei 9.029/95. (Foto: Ilustração)
Pedir exame de gravidez no momento da demissão de uma funcionária não configura o crime previsto na lei 9.029/95. (Foto: Ilustração)

Chegou a hora de Migrar de MEI para ME. Saiba como

Caixa Tem vai oferecer créditos para usuários

A EMPRESA PODE PEDIR TESTE DE GRAVIDEZ NO EXAME ADMISSIONAL?

Algumas empresas solicitam teste de gravidez na fase de pré-contratação – chamados de beta-HCG. No entanto, tal exigência é expressamente proibida no Brasil.

De acordo com o artigo 2º da Lei nº 9.029/95 (Lei Benedita da Silva), exigir teste, exame, laudo ou qualquer outro documento que ateste a existência de gravidez ou esterilização é crime, seja antes da contratação ou em qualquer outro momento da relação de emprego.

A prática também é vedada pelo artigo 373-A, inciso II da CLT, que proíbe o empregador de recusar emprego, promoção ou dispensar trabalhadora grávida, exceto quando a natureza da atividade seja reconhecidamente incompatível com a gestação. Como exemplo de incompatibilidade, pode-se citar a função de técnica em radiologia, pois sabe-se que a exposição à radiação pode causar sérios riscos para o feto.

Fora desse tipo de circunstância, exigir teste de gravidez de funcionárias ou candidatas a uma vaga de trabalho é prática discriminatória, podendo levar a punição de ordem criminal (detenção de um a dois anos e multa) e a uma ação de indenização por danos morais.

Pedir exame de gravidez no momento da demissão de uma funcionária não configura o crime previsto na lei 9.029/95. (Foto: Ilustração)
Pedir exame de gravidez no momento da demissão de uma funcionária não configura o crime previsto na lei 9.029/95. (Foto: Ilustração)

Alvará de Funcionamento: Uma empresa não funciona sem ele. Saiba mais

Saiba o que fazer quando sua empresa está irregular

PODE-SE PEDIR TESTE DE GRAVIDEZ NO EXAME DEMISSIONAL?

Segundo a jurisprudência do TST, pedir exame de gravidez no momento da demissão de uma funcionária não configura o crime previsto na lei 9.029/95, pois nessa hipótese o exame não será levado em consideração para a manutenção do emprego.

Além disso, o exame é do interesse da trabalhadora, visto que se a mesma apresentar gravidez não poderá ser demitida.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade

Siga as nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e Linkedin.

Quais são as profissões do futuro?

Uma das coisas que mais devem ser levadas em consideração ao escolher uma opção de curso de vestibular, é qual carreira você pretende seguir e como o mercado está valorizando ela daqui a alguns anos.

Afinal, é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços.

De acordo a algumas previsões feitas por especialistas em consultorias de recrutamento profissional do mercado, algumas profissões estarão em alta ou em destaque no futuro. Por isso, resolvemos listar algumas para você.

ENGENHEIRO COM FOCO EM AGRONEGÓCIO

Existem diversas formações de Engenharia que trabalham com foco na produção agrícola e pecuária. Dentre as principais, podemos citar:

  • Agronomia
  • Aquicultura
  • Agrimensura
  • Ambiental
  • Florestal
  • De Pesca

Esses profissionais serão muito demandados nos próximos anos devido à expansão e modernização do setor do agronegócio e não apenas para ajudar a aumentar a produção, mas também garantir a preservação dos solos, florestas e rios.

O perfil desejado alia conhecimento técnico a habilidades em gestão e negócios.

DESIGNER DE INOVAÇÃO

O designer de inovação é o profissional que concebe ideias e funcionalidades inteligentes que possam se transformar produtos ou soluções de sucesso no mercado. O Brasil ainda avança a passos lentos neste ramo profissional, mas a tendência é que se fortaleça nos próximos anos.

É um profissional que pesquisa tendências e tem boa visão de desenvolvimento industrial.

 

é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)
é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)

 

Quem deve emitir Nota Fiscal Eletrônica?

Chegou a hora de Migrar de MEI para ME. Saiba como

Caixa Tem vai oferecer créditos para usuários

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – T.I

A Tecnologia da Informação é outro ramo que vai continuar a crescer no Brasil, independentemente do momento econômico.

O consumo de tecnologia tende a aumentar nas empresas, e a presença de profissionais capazes de conceber, implementar e gerir sistemas tecnológicos será fundamental. O futuro também exigirá mais desenvolvedores (de softwares, aplicativos e soluções) e especialistas em segurança.

GESTOR DE RESÍDUOS

O tratamento de lixo de uma população que só cresce, além da necessidade cada vez maior de cuidar do meio ambiente, vão fazer disparar a demanda por profissionais habilitados em lidar com resíduos sólidos.

Essa é uma área multidisciplinar que pode ser desempenhada por gestores ambientais, engenheiros, químicos, tecnólogos em processos ambientais e em Saneamento Ambiental.

As leis brasileiras, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, passaram a exigir a presença obrigatória de profissionais especializados da área de gestão do tratamento de água, esgotos, destinação correta do lixo, reciclagem e limpeza urbana.

MARKETING

A competitividade entre as empresas continuará a crescer nos próximos anos. Com a necessidade de encontrar formas de se destacar no mercado e atrair o interesse dos clientes, vai aumentar a procura por profissionais da área de Marketing.

PROFESSOR

Assim como os médicos, os professores são profissionais atemporais e devem ser ainda mais requisitados no futuro.

O mercado de trabalho para esse profissional deve se ampliar nas redes pública e privada. As oportunidades são variadas: ensino médio e fundamental, universidades, institutos de formação tecnológica, escolas de idiomas e cursinhos.

 

é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)
é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)

Quais os impactos do coronavírus nos negócios de eventos empresariais

CLT ou PJ. Qual a melhor forma de trabalho?

Não emitir nota fiscal é crime? Saiba mais

PROFISSIONAL DE LOGÍSTICA

Considerado figura estratégica dentro de uma empresa, o profissional de logística responde pela inteligência operacional e processual de uma empresa, cuidando de itens como transporte, armazenamento, compras, distribuição e entrega de produtos.

A exigência por maior produtividade e menor custo deve ampliar ainda mais o mercado para os logísticos. É uma profissão que oferece inúmeras possibilidades de atuação e deverá se manter uma carreira bem remunerada, principalmente na indústria. Ótimas oportunidades devem surgir também nos setores do comércio e prestação de serviços.

BIOTECNÓLOGO

O biotecnólogo trabalha com a manipulação de material biológico para melhorar a qualidade dos alimentos, produzir remédios e encontrar formas mais eficazes para o tratamento de doenças.

É um dos profissionais mais importantes no processo de aliar desenvolvimento e sustentabilidade. Seu papel deve ser ainda mais importante nas indústrias, centros de pesquisa e laboratórios.

Conheça a Fiscalizo contabilidade e seguros. O escritório que você precisa para manter a sua contabilidade em dias.

Siga nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Linkedin, Youtube e Twitter.

Quem deve emitir Nota Fiscal Eletrônica?

Uma das coisas que mais aflige e gera conflito entre empresas e fornecedores, negociantes e clientes, é a questão da Fiscal eletrônica. Desde qual nota correta para qual setor, até quem deve receber qual.

Uma das coisas que poucos sabem é que existem diversos tipos diferentes. Afinal, são várias particularidades e condições especiais que irão definir qual nota fiscal deverá ser emitida.

Existem 3 tipos de notas fiscais eletrônicas e abaixo estão elas:

1. Nota Fiscal Eletrônica (NFe)

Trata-se de uma nota fiscal para acobertar qualquer circulação de mercadorias, usada principalmente na compra de produtos físicos em e-commerces, produtos industrializados e de simples revenda, já que sua emissão é resultado de uma venda.

Para optar por esse tipo de nota fiscal precisa estar credenciada no posto fiscal estadual com autorização para emissão deste modelo de nota fiscal,  uma assinatura eletrônica é um software específico para emissão,  o qual obterá a autorização do Sefaz local da autorização.

Outro tipo de nota fiscal bastante importante, é a Nota Fiscal de Entrada, que deve ser gerada no momento em que mercadorias chegarem ao estoque da empresa.

2. Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFSe)

A nota fiscal de serviço eletrônica é a substituta da declaração de serviço e deve ser emitida sempre que um serviço com incidência de ISS (Imposto Sobre Serviço) for prestado por uma empresa.

O documento tem a finalidade de formalizar e comprovar as operações de prestação de serviço sendo uma das exigências do município em que trabalho ocorre, podendo ser emitida pelo portal disponibilizado pela própria prefeitura municipal ou outro emissor terceiro capaz de realizar a comunicação com os servidores públicos.

3Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFCe)

A nota fiscal ao consumidor eletrônica é emitida contra o consumidor final de uma mercadoria. Substitui o antigo cupom de compra, que não tinha nenhum valor fiscal e servia apenas para comprovar uma transação. Esse tipo de nota é bastante útil no auxílio do controle de fluxo de caixa e também ajuda o consumidor, pois funciona como comprovante de aquisição.

A nota fiscal ao consumidor eletrônica é emitida contra o consumidor final de uma mercadoria. (Foto: Ilustração de Nota Eletrônica)
A NFE  ao consumidor eletrônica é emitida contra o consumidor final de uma mercadoria. (Foto: Ilustração de Nota Eletrônica)

Alvará de Funcionamento: Uma empresa não funciona sem ele. Saiba mais

Saiba o que fazer quando sua empresa está irregular

Quem deve emitir nota fiscal eletrônica de serviços?

A lei que dispões sobre a emissão de documentos fiscais em geral é LEI No 8.846/94 a http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8846.htm

As leis nacionais 116/2003 e 406/68 que regulam o ISS que é o imposto incidente sobre a prestação de serviço não fazem referência a exigência de documento fiscal. Como este imposto (ISS) é de competência municipal, cabe aos municípios regular, não apenas quando a emissão do documento será obrigatória, mas também os modelos e formas a serem observados em cada situação.

Regra geral: toda empresa que aufere receita em troca da prestação de serviço, objeto de sua atividade (CNAEs vinculados), precisa acobertar a operação com documento fiscal. O modelo, códigos fiscais, informações de contribuintes entre outros dados deste documento (NFSe) será determinada conforme legislação do município onde o contribuinte está estabelecido.

Requisitos para a emissão de Nota Fiscal Eletrônica

Para gerar a nota fiscal de serviços eletrônica, é preciso emiti-la a partir do site da prefeitura em que o serviço foi prestado, no entanto ainda não são todos os municípios que dispõem dessa tecnologia e não existe um formato padrão entre eles, sendo que alguns podem exigir recursos como certificados digitais, cadastros, etc.

Ainda que muitas cidades já tenham incluído o sistema eletrônico de NF, é muito importante verificar se determinado município já está habilitado para isso e criando o cadastro de sua empresa no site da prefeitura para poder emitir as notas fiscais.

Confira também como emitir a nota fiscal eletrônica paulistana (NFP).

Como calcular os impostos da NFS-e

O cálculo de impostos de qualquer tipo de nota fiscal deve ser feito com base no regime tributário de sua empresa, que no caso de ser Simples Nacional, terá como base uma alíquota, diferente de outros casos.

A nota fiscal ao consumidor eletrônica é emitida contra o consumidor final de uma mercadoria. (Foto: Ilustração de Nota Eletrônica)
A NFE ao consumidor eletrônica é emitida contra o consumidor final de uma mercadoria. (Foto: Ilustração de Nota Eletrônica)

 

 

Chegou a hora de Migrar de MEI para ME. Saiba como

Caixa Tem vai oferecer créditos para usuários

Quem é isento de emissão de nota fiscal? 

O único momento em que a dispensa de emissão de nota fiscal torna-se opcional, é quando envolve a relação comercial entre uma pessoa jurídica MEI e uma pessoa física. Em todos os outros casos, a emissão da nota fiscal é obrigatória.

Quem pode emitir nota fiscal avulsa de serviço?

A emissão de notas fiscais avulsas é uma exclusividade de micro e pequenas empresas, autônomos não formalizados, ou seja, que ainda não possuem CNPJ e, portanto, não podem emitir NFs como outros tipos de estabelecimentos e pelos microempreendedores individuais, os quais não contribuem com o ICMS.

Empresas que não possuam o software necessário para emissão de notas fiscais também podem se beneficiar do sistema de emissão de notas fiscais avulsas.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade

Siga as nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e Linkedin.

Suporte