Quais são as profissões do futuro?

Uma das coisas que mais devem ser levadas em consideração ao escolher uma opção de curso de vestibular, é qual carreira você pretende seguir e como o mercado está valorizando ela daqui a alguns anos.

Afinal, é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços.

De acordo a algumas previsões feitas por especialistas em consultorias de recrutamento profissional do mercado, algumas profissões estarão em alta ou em destaque no futuro. Por isso, resolvemos listar algumas para você.

ENGENHEIRO COM FOCO EM AGRONEGÓCIO

Existem diversas formações de Engenharia que trabalham com foco na produção agrícola e pecuária. Dentre as principais, podemos citar:

  • Agronomia
  • Aquicultura
  • Agrimensura
  • Ambiental
  • Florestal
  • De Pesca

Esses profissionais serão muito demandados nos próximos anos devido à expansão e modernização do setor do agronegócio e não apenas para ajudar a aumentar a produção, mas também garantir a preservação dos solos, florestas e rios.

O perfil desejado alia conhecimento técnico a habilidades em gestão e negócios.

DESIGNER DE INOVAÇÃO

O designer de inovação é o profissional que concebe ideias e funcionalidades inteligentes que possam se transformar produtos ou soluções de sucesso no mercado. O Brasil ainda avança a passos lentos neste ramo profissional, mas a tendência é que se fortaleça nos próximos anos.

É um profissional que pesquisa tendências e tem boa visão de desenvolvimento industrial.

 

é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)
é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)

 

Quem deve emitir Nota Fiscal Eletrônica?

Chegou a hora de Migrar de MEI para ME. Saiba como

Caixa Tem vai oferecer créditos para usuários

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – T.I

A Tecnologia da Informação é outro ramo que vai continuar a crescer no Brasil, independentemente do momento econômico.

O consumo de tecnologia tende a aumentar nas empresas, e a presença de profissionais capazes de conceber, implementar e gerir sistemas tecnológicos será fundamental. O futuro também exigirá mais desenvolvedores (de softwares, aplicativos e soluções) e especialistas em segurança.

GESTOR DE RESÍDUOS

O tratamento de lixo de uma população que só cresce, além da necessidade cada vez maior de cuidar do meio ambiente, vão fazer disparar a demanda por profissionais habilitados em lidar com resíduos sólidos.

Essa é uma área multidisciplinar que pode ser desempenhada por gestores ambientais, engenheiros, químicos, tecnólogos em processos ambientais e em Saneamento Ambiental.

As leis brasileiras, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, passaram a exigir a presença obrigatória de profissionais especializados da área de gestão do tratamento de água, esgotos, destinação correta do lixo, reciclagem e limpeza urbana.

MARKETING

A competitividade entre as empresas continuará a crescer nos próximos anos. Com a necessidade de encontrar formas de se destacar no mercado e atrair o interesse dos clientes, vai aumentar a procura por profissionais da área de Marketing.

PROFESSOR

Assim como os médicos, os professores são profissionais atemporais e devem ser ainda mais requisitados no futuro.

O mercado de trabalho para esse profissional deve se ampliar nas redes pública e privada. As oportunidades são variadas: ensino médio e fundamental, universidades, institutos de formação tecnológica, escolas de idiomas e cursinhos.

 

é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)
é muito comum que determinadas profissões percam valor de mercado, ou espaço diante de tantas renovações que surgem de tempos em tempos no mundo do comércio, das industrias e dos serviços. (Foto: Ilustração)

Quais os impactos do coronavírus nos negócios de eventos empresariais

CLT ou PJ. Qual a melhor forma de trabalho?

Não emitir nota fiscal é crime? Saiba mais

PROFISSIONAL DE LOGÍSTICA

Considerado figura estratégica dentro de uma empresa, o profissional de logística responde pela inteligência operacional e processual de uma empresa, cuidando de itens como transporte, armazenamento, compras, distribuição e entrega de produtos.

A exigência por maior produtividade e menor custo deve ampliar ainda mais o mercado para os logísticos. É uma profissão que oferece inúmeras possibilidades de atuação e deverá se manter uma carreira bem remunerada, principalmente na indústria. Ótimas oportunidades devem surgir também nos setores do comércio e prestação de serviços.

BIOTECNÓLOGO

O biotecnólogo trabalha com a manipulação de material biológico para melhorar a qualidade dos alimentos, produzir remédios e encontrar formas mais eficazes para o tratamento de doenças.

É um dos profissionais mais importantes no processo de aliar desenvolvimento e sustentabilidade. Seu papel deve ser ainda mais importante nas indústrias, centros de pesquisa e laboratórios.

Conheça a Fiscalizo contabilidade e seguros. O escritório que você precisa para manter a sua contabilidade em dias.

Siga nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Linkedin, Youtube e Twitter.

Saiba como vai funcionar a redução de jornada e salário e a suspensão de contrato de trabalho

O Diário Oficial da União desta quarta-feira (28), trouxe as regras detalhadas sobre a redução de jornada e salário e a suspensão temporária de contratos de trabalho, dentro do Novo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda.

Ficou esclarecido que o governo federal pagará uma complementação de renda aos trabalhadores, como aconteceu no ano de 2020 por meio da MP 936, que logo se converteu a Lei 14.020. Nela, aproximadamente 9,8 milhões de empregados foram enquadrados na primeira versão do programa, no mesmo ano.

O QUE DIZ A MP 1045

Ela informa que a jornada de trabalho poderá ser reduzida, com corte salarial na mesma proporção. Essa redução poderá ser feita através de acordo individual escrito, acordo coletivo (da empresa com os seus funcionários) ou convenção coletiva (válida para todos os profissionais de determinada categoria).

A empresa poderá reduzir a jornada e o salário nas seguintes formas; setorial, departamental, parcial ou na totalidade dos postos de trabalho”, porém devem seguir as porcentagens estabelecidas na MP que são:

  • 25%
  • 50%
  • 70%
O Diário Oficial da União desta quarta-feira (28), trouxe as regras detalhadas sobre a redução de jornada e salário e a suspensão temporária de contratos de trabalho. (Foto: Ilustração)
O Diário Oficial da União desta quarta-feira (28), trouxe as regras detalhadas sobre a redução de jornada e salário e a suspensão temporária de contratos de trabalho. (Foto: Ilustração)

Renda extra: As melhores opções do que fazer e vender de casa

Prorrogado o prazo do Simples Nacional 2021. Saiba tudo

O BENEFÍCIO

O funcionário receberá, do governo federal, uma complementação de renda batizada de “BEm” –  Beneficio Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda – que será calculado tendo como base o Seguro-desemprego.

Dessa forma, o pagamento será calculado da seguinte maneira:

  • Redução de 25%: recebe 75% do salário + 25% da parcela do seguro-desemprego
  • Redução de 50%: recebe 50% do salário + 50% da parcela do seguro-desemprego
  • Redução de 70%: recebe 30% do salário + 70% da parcela do seguro-desemprego

Já no caso da suspensão do contrato de trabalho, o trabalhador recebe 100% da parcela do seguro-desemprego, que pode variar de R$ 1.100 a R$ 1.911,84.

SUSPENSÃO TEMPORÁRIA DE CONTRATO DE TRABALHO

A suspensão temporária de contrato de trabalho também pode ser feita “de forma setorial, departamental, parcial ou na totalidade dos postos de trabalho”. De acordo a MP 1045 e podendo ser pactuada por um acordo escrito, coletivo ou numa convenção coletiva. Caso o trabalhador tenha o contrato suspenso também terá direito ao BEm.

O Diário Oficial da União desta quarta-feira (28), trouxe as regras detalhadas sobre a redução de jornada e salário e a suspensão temporária de contratos de trabalho. (Foto: Ilustração)
O Diário Oficial da União desta quarta-feira (28), trouxe as regras detalhadas sobre a redução de jornada e salário e a suspensão temporária de contratos de trabalho. (Foto: Ilustração)

CLT ou PJ. Qual a melhor forma de trabalho?

Tudo o que precisa saber sobre o Imposto de Renda 2021

ACORDOS: INDIVIDUAIS, COLETIVOS E CONVENÇÃO COLETIVA

A MP 1.045 também define os tipos de acordo que podem estabelecer a redução de jornada e salário ou a suspensão do contrato de trabalho:

Empregados com salário de até R$ 3,3 mil podem ser incluídos no programa por meio de acordo individual escrito, acordo coletivo ou negociação coletiva. O mesmo vale para empregados com diploma de nível superior e salário a partir de R$ 12.867,14 (duas vezes o teto do INSS). Para os demais empregados, a inclusão no programa depende exclusivamente de acordo coletivo ou convenção coletiva – exceto no caso de redução de jornada e salário de 25%, que também poderá ser feita por acordo individual escrito.

Outra exceção: se o trabalhador com redução de jornada e salário não sofrer redução na remuneração total que recebe por mês (considerando a soma do salário pago pela empresa e com o benefício pago pelo governo), também poderá ser incluído no programa por meio de acordo individual escrito.

Fonte: Diário Oficial da União.

Caso haja interesse em fazer alguma alteração na FOPAG, entre em contato com a Fiscalizo Contabilidade.

Siga as nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e Linkedin.

Carteira de Trabalho Digital: O que precisa saber sobre ela?

Em setembro de 2019, o governo federal anunciou a criação de uma nova carteira de trabalho digital que fornecerá dados eSocial aos cidadãos com CPF por meio do aplicativo CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social). Esta regra, aplica-se tanto aos trabalhadores registrados, como aos que ainda não ingressaram no mercado oficial. A renovação continua a ser da responsabilidade do empregador.

Eu já tenho uma carteira de trabalho física, preciso troca-la?

A CTPS Digital irá emitir automaticamente para todos os brasileiros e estrangeiros que possuam Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). O arquivo será acionado após a primeira visita ao site, e seu número é igual ao número do CPF.

 O que efetivamente mudou após o aplicativo ?

O aplicativo CTPS existe desde 2017, mas não possui um arquivo físico válido. Agora, CTPS no ambiente físico não precisa mais ser contratada. O trabalhador precisa apenas informar o número da caixa de previdência no momento da contratação. As informações fornecidas pelo empregador no eSocial substituirão os comentários feitos anteriormente no arquivo CTPS.

A carteira de trabalho digital vem para melhorar a vida do funcionário e do empregador (Foto: Ilustrativa)
A carteira de trabalho digital vem para melhorar a vida do funcionário e do empregador (Foto: Ilustrativa)

E a antiga carteira de trabalho?

Qualquer pessoa com um CTPS físico deve mantê-lo. Isso ocorre porque o documento ainda pode comprovar seu horário de trabalho anterior. Mesmo com uma carteira de trabalho digital, é possível exibir o contrato de trabalho antigo, neste caso também é importante guardar os documentos originais. O que mudou é que a partir de agora, todos os contratos de trabalho (novos ou existentes) e todas as notas (vagas, salários, etc.) serão gerados apenas eletronicamente e podem ser rastreados por meio de aplicativos ou da Internet.

Os empregadores não precisam mais se inscrever para a CTPS física?

Não. Os funcionários poderão visualizar o contrato de trabalho na autorização de trabalho digital 48 horas após o envio da mensagem do chefe. Se houver diferença entre o tempo acordado e até mesmo o atraso, o trabalhador pode solicitar ao empregador que tome medidas corretivas ou corretivas.

E o novo processo de recrutamento?

Os empregadores devem enviar eventos especificados no eSocial para cumprir suas obrigações. Antes do início da atividade do trabalhador, o empregador deve enviar o evento S-2200 (Registro inicial de depósito e aceitação / aceitação de trabalhadores). Se ele ainda não tiver todos os dados, ele pode enviar o evento S-2190 (entrada preliminar), que simplificou as informações, e então usar o evento S-2200 para realizar outro processamento de dados enquanto cumpre o limite de tempo especificado no manual de instruções do eSocial. suplemento. O envio dessas informações para o eSocial terá o valor da assinatura do portfólio.

Faça a sua contabilidade com a gente, e siga as nossas redes sociais Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.

Suporte