8 motivos para contratar um contador para sua empresa

A figura do contador por um bom tempo esteve atrelada a de um profissional que calculava e emitia guias de impostos a serem pagos pelas empresas, embora este sempre entregasse mais. Dentro desta visão, os honorários pagos pelos seus serviços sempre eram tidos como um “mal necessário”, algo meramente para cumprir as obrigações do governo.

Mas o mundo mudou, a competição dos mercados se acirraram, a informação tem sido um ativo valioso, e os empresários vem redescobrindo o verdadeiro valor deste profissional dando valor as suas entregas.

Realmente, o Contador é um grande parceiro do empreendedor, e é claro, continua tendo que cumprir as obrigações acessórias do governo, que se multiplicaram após o SPED, mas as informações que são geradas, são essenciais e ajudam na sobrevivência e crescimentos dos negócios.

Saiba o que o seu Contador e a Escrituração Contábil pode fazer para sua empresa e como gerar valor com essas informações no seu negócio.

Realizar a escrituração contábil possibilita distribuir lucros isentos

O lucro distribuído aos sócios desde que apurado pela escrita contábil é isento de impostos sobre a renda do sócio, o IRPF. Sem a escrituração contábil, o valor isento fica limitado pela presunção de lucro conforme o artigo 15, da Lei nº 9.249.

E isso vale para todas as empresas do Lucro Presumido, do Simples Nacional e o MEI, isso mesmo, o MEI caso transfira o lucro para a pessoa física, esse rendimento será isento de IR caso ele tenha a escrituração contábil de suas operações.

Ocorre que nem todos os empresários solicitam a escrituração contábil, e isso afeta muito a forma como se declara o Imposto de Renda na Pessoa Física, fazendo corretamente os valores recebidos a título de lucro irão figurar no informe de rendimentos do sócio.

Chegou a hora de Migrar de MEI para ME. Saiba como

Caixa Tem vai oferecer créditos para usuários

A figura do contador por um bom tempo esteve atrelada a de um profissional que calculava e emitia guias de impostos a serem pagos pelas empresas, embora este sempre entregasse mais. (Imagem: Ilustrativa)
A figura do contador por um bom tempo esteve atrelada a de um profissional que calculava e emitia guias de impostos a serem pagos pelas empresas, embora este sempre entregasse mais. (Imagem: Ilustrativa)

Ter os demonstrativos contábeis facilita a obtenção de crédito

Com o passar do tempo os Bancos se adaptaram à falta de informações contábeis das PME’s, é comum eles solicitarem dos seus correntistas PJ uma declaração de faturamento.

Como essa informação é bastante limitada, a disponibilidade de crédito nem sempre é satisfatória e supre a necessidade das empresas.

Agora, o empresário entregando os demonstrativos contábeis ao Banco, este poderá ter duas visões adicionais sobre o negócio facilitando o crédito, a primeira é a visão de organização do aspecto financeiro, uma vez que, como nem todo mundo entrega a informação a sua empresa entregando se destacará entre as demais, e a outra é a visão sobre o seu negócio, aquelas que estão nos relatórios e que poderão dar visibilidade sobre o seu risco de crédito.

Isso com certeza trará como benefício uma disponibilidade de crédito coerente com as suas necessidades e possivelmente uma taxa de juros menor, já que o banco poderá precificar o risco de emprestar a sua empresa.

Os demonstrativos são essenciais para participar de licitações

A Lei 8.666/93 exige das empresas participantes de licitações públicas uma qualificação econômico financeira comprovada contabilmente.

Para isso, os editais de licitação, solicitam a entrega dos demonstrativos contábeis pela empresa, tais como o Balanço Patrimonial e Demonstrativo de Resultado do Exercício. Com esta informação são calculados índices financeiros comprovando a solvência e capacidade financeira da empresa.

Se você entende que existe uma oportunidade de vender para o Governo, ter um contador é essencial a você.

Ter um contador possibilita melhor controle financeiro e mais foco no negócio

É fato de que a contabilidade não substitui o controle financeiro de fluxo de caixa, pelo contrário os dois são complementares.

Ter a escrituração contábil possibilitará ao empresário analisar as principais informações do seu negócio, como a sua Capacidade de Endividamento, o Capital de Giro, a Participação de Capital de Terceiro e se há Impostos a Recuperar, e isso ajudará a entender as situações vividas no caixa da empresa e no cotidiano.

Além disso é possível controlar se algo passou despercebido pelo controle financeiro, como uma conta que deveria ser paga e não foi.

A contabilidade facilitará o trabalho de projeção financeira, e a realização do orçamento empresarial, já que para olhar o futuro é importante analisar e entender o que já se passou, bem como inferir sobre a capacidade da empresa de gerar lucros.

Quer saber o valor da empresa, o primeiro passo é possuir um balanço patrimonial

Existem três formas difundidas de como analisar o valor de uma empresa, são elas o Fluxo de Caixa Descontado, os Múltiplos de EBTIDA e o valor Patrimonial.

Nas três formas são utilizadas as informações contábeis da empresa, conforme abaixo;

Fluxo de Caixa Descontado: Nele são projetados os valores dos caixas futuros, a projeção para fazer sentido precisa ter respaldo nos dados passados, ou seja, na base contábil da empresa.

Múltiplos de EBTIDA: É importante calcular o EBTIDA através da contabilidade, e necessário verificar a consistência dele ao longo dos últimos anos.

Valor Patrimonial: Aqui a aplicação da contabilidade é bem direta, já que o valor da empresa é aquele reconhecido na contabilidade.

Alvará de Funcionamento: Uma empresa não funciona sem ele. Saiba mais

Saiba o que fazer quando sua empresa está irregular

A figura do contador por um bom tempo esteve atrelada a de um profissional que calculava e emitia guias de impostos a serem pagos pelas empresas, embora este sempre entregasse mais. (Imagem: Ilustrativa)
A figura do contador por um bom tempo esteve atrelada a de um profissional que calculava e emitia guias de impostos a serem pagos pelas empresas, embora este sempre entregasse mais. (Imagem: Ilustrativa)

Economize com impostos, realize seu planejamento tributário

Não tem jeito, a melhor forma de fazer um planejamento tributário é ter como base os dados gerados na contabilidade e tendo o apoio de um contador.

Com o seu conhecimento e experiência, esse profissional poderá ter visibilidade das implicações tributárias na mudança de enquadramento e na forma de apuração dos impostos.

Saiba mais sobre a diferença de enquadramentos no artigo, Qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real? e baixe o Ebook: Planejamento Tributário ao Alcance de Todos.

A Contabilidade como prova judicial e proteção aos sócios

Manter os registros contábeis de forma regular pode facilitar e resolver diversas questões judiciais, esses registros são considerados um importante prova judicial e podem evitar muita dor de cabeça dos sócios.

Ele também servirá para processo de litígio entre os sócios, nas dissoluções e na extinção da Pessoa Jurídica.

Contador, o profissional de gestão mais próximo do empreendedor

Por fim, o Contador é um grande parceiro do negócio, tenho certeza que todos os profissionais da área não medirão esforços para contribuir com o crescimento da empresa, uma vez que este em certa medida por ser atrelado as informações estratégicas que são geradas na contabilidade.

A ciência contábil é uma ciência gerencial, nascida da necessidade dos empresários por registros comerciais, atualmente o profissional da área, com a sua experiência e vivência é uma fonte importante de Consultoria Empresarial.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade

Siga as nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitterYoutube e Linkedin.

Saiba como irá funcionar a adesão e prazos do Simples Nacional em 2021

O desejo das praticamente microempresas que optam pelo Simples Nacional 2021 é simplificar e reduzir a carga tributária devida, tendo em vista a vantagem de ter apenas uma alíquota válida para todos os tributos pagos em uma fatura.

O QUE É O SIMPLES NACIONAL?

O Simples Nacional consiste em um regime tributário simplificado que visa administrar a carga tributária das micro e pequenas empresas que faturam anualmente no máximo R$ 4,8 milhões.

Este regime passou a vigorar no segundo semestre de 2007 com o intuito de incentivar as micro e pequenos empreendedores a constituírem os empreendimentos contando com o recolhimento simplificado dos tributos.

Assim, no início de cada ano, se vier a ser mais vantajoso, é possível aos empresários adotar o Simples Nacional, que está sob a responsabilidade do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), vinculado ao Ministério da Fazenda, podendo publicar as soluções no portal do IRS.

O Simples Nacional consiste em um regime tributário simplificado que visa administrar a carga tributária das micro e pequenas empresas. (Foto: Ilustração)
O Simples Nacional consiste em um regime tributário simplificado que visa administrar a carga tributária das micro e pequenas empresas. (Foto: Ilustração)

QUEM PODE OPTAR PELO SIMPLES NACIONAL 

Estão permitidas a optar pelo Simples Nacional, as Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP) que estejam dentro da lista de atividades permitidas.

  • Sociedade empresária: empresa formada por dois ou mais sócios que se organizam para prestar serviços e vender produtos, que pode ser limitada ou anônima
  • Sociedade simples: empresa formada por dois ou mais profissionais da mesma área de atuação para prestar serviços relacionados à sua profissão, como cooperativas e associações de médicos, dentistas, advogados, etc.
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): empresa formada apenas pelo titular que garante a separação entre patrimônio pessoal e empresarial, com capital social mínimo de 100 salários mínimos vigentes (R$ 104.500,00 em 2020)
  • Empresário Individual (EI): empresa formada apenas pelo titular (sem sócios) que não separa o patrimônio pessoal do empresarial, com capital social mínimo de R$ 1 mil.

QUEM NÃO PODE OPTAR PELO SIMPLES NACIONAL 

Perante a lei, estão impedidas de optar pelo Simples Nacional as empresas que:

  • Não tenham natureza jurídica de sociedade empresária, sociedade simples, empresa individual de responsabilidade limitada ou empresário individual
  • Tenham auferido no ano-calendário receita bruta superior a R$ 4,8 milhões
  • Tenham participação de outra pessoa jurídica no capital social
  • Sejam filiais, sucursais, agências ou representações de pessoa jurídica com sede no exterior
  • Tenham sócio ou titular com participação de mais de 10% no capital de outra empresa não enquadrada no Simples
  • Exerçam atividade de banco comercial, de investimentos e de desenvolvimento, de caixa econômica, de sociedade de crédito, financiamento e investimento ou de crédito imobiliário, entre outras atividades financeiras
  • Prestem serviços de transporte e intermunicipal e interestadual
  • Exerçam atividade de importação ou fabricação de automóveis e motocicletas, e importação de combustíveis
  • Produzam cigarros, cigarrilhas, charutos, filtros para cigarros, armas de fogo, munições e pólvoras, explosivos e bebidas alcoólicas
  • Realizem cessão ou locação de mão de obra
  • Façam loteamento ou incorporação de imóveis.

A recomendação é para buscar o auxílio de um contador e verificar se o CNAE correspondente às atividades exercidas pela empresa se enquadra no Simples Nacional.

O Simples Nacional consiste em um regime tributário simplificado que visa administrar a carga tributária das micro e pequenas empresas. (Foto: Ilustração)
O Simples Nacional consiste em um regime tributário simplificado que visa administrar a carga tributária das micro e pequenas empresas. (Foto: Ilustração)

PRAZO PARA OPTAR PELO SIMPLES NACIONAL

Para empresas já em atividade, optantes pelo Lucro Presumido ou Lucro Real, o prazo para solicitação da opção foi até 29.01.2021, e para as empresas aceitas, o Simples Nacional passou a valer a partir de 01.01.2021.

Já para as empresas que estão começando agora, o prazo para solicitar o enquadramento é de até 60 – sessenta – dias a partir da data de abertura que consta no cartão CNPJ.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e siga a gente nas redes sociais como Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.

Leia também

Conheça o SEFAZ e veja porque você precisa dele

Entenda como aumentar suas vendas com o Pós-Venda

Pesquisa revela relação entre empresário e contador. Veja

Como escolher o melhor Regime Tributário para 2021

O QUE É PRO-LABORE?

Conhecer os diferentes conceitos é muito importante para as escolhas estratégicas da remuneração dos executivos, pois afeta diretamente os planos tributário e financeiro da empresa. Não só é vista como uma forma de remuneração dos sócios ou dirigentes, mas também é necessário compreender o impacto dessas escolhas de gestão na empresa. Para ajudá-lo a completar esta tarefa, listamos as informações mais relevantes sobre este tópico.

O QUE É PRÓ-LABORE?

Deve-se entender que uma empresa tem regimes diferenciados para remunerar um sócio, um executivo e um empregado. Pois, entre esses três, temos funções, responsabilidades e comprometimentos diferentes.

Você sabe o que é pró-labore? Então iremos te explicar. (Foto: Ilustrativa)
Você sabe o que é pró-labore? Então iremos te explicar. (Foto: Ilustrativa)

Ou seja, a expressão significa “pelo trabalho”. Isso quer dizer que ele se baseia exatamente nas atividades desempenhadas e seu valor de mercado, contabilizadas como despesa administrativa. Ele é como o salário da alta liderança, mas sem ser encarado como salário pela ótica das leis trabalhistas. Ele orienta quanto à remuneração dos sócios nos custos da empresa.

Um empregado, por exemplo, recebe salário, 13º, FGTS, benefícios e, eventualmente, participação nos lucros. Um sócio que não exerce funções de administração (ou seja, que contribuiu apenas com o capital para o funcionamento da empresa) recebe distribuição de lucros ou dividendos, ou juros sobre o capital próprio (que contribuiu para o estabelecimento da empresa).

É importante perceber que isso não significa que um sócio que receba juros sobre o capital que investiu na empresa não possa ser remunerado também com o pró-labore. Desde que ele exerça atividades de administração no dia a dia da empresa, é possível sim conciliar as duas formas de remuneração.

Você sabe o que é pró-labore? Então iremos te explicar. (Foto: Ilustrativa)
Você sabe o que é pró-labore? Então iremos te explicar. (Foto: Ilustrativa)

AS OBRIGAÇÕES DO PRÓ-LABORE

Antes de qualquer coisa, os administradores a quem será pago devem estar previstos no contrato social da empresa.

De acordo com o direito trabalhista, o pró-labore se difere do salário justamente porque, sobre essa remuneração, não são obrigatórios benefícios como FGTS, 13º salário, férias, entre outros.

Claro que esses benefícios também podem ser oferecidos aos administradores, por meio de um acordo entre a empresa e o administrador, mas o que normalmente acontece é o aumento da remuneração pró-labore, em vez da concessão de muitos benefícios trabalhistas. Assim, o pagamento de administradores acaba sendo mais alto do que o de empregados.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e siga as nossas redes sociais Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.

Leia também:

Saiba como funciona o pagamento de férias coletivas

Entenda como aumentar suas vendas com o Pós-Venda

Saiba como funciona o pagamento de férias coletivas

Pesquisa revela relação entre empresário e contador. Veja

Como anda a sua relação de empresário com o seu contador? Essa parceria tem rendido bons frutos? Para saber mais sobre isso, uma das instituições mais importantes do Brasil, no ramo empresarial fez uma pesquisa detalhada sobre esse assunto.

Disposta a entender mais sobre a relação entre empresário e contador, o SEBRAE (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) ouviu 6.054 micros e pequenos empresários em 2017. Nela, eles responderam de que forma os profissionais de contabilidade têm contribuído para os avanços dos negócios.

PERFIL

Em relação ao perfil dos entrevistados, 72% utilizam serviços de empresa de contabilidade, enquanto 28% recorrem a contadores autônomos. Há também, uma certa fidelidade, já que 69% dos empreendedores se relacionaram com um só contador ou escritório contábil.

Procure manter sempre uma boa relação com o seu contador, ele é o seu braço direito nas questões financeiras da empresa. (Imagem: Ilustrativa)
Procure manter sempre uma boa relação com o seu contador, ele é o seu braço direito nas questões financeiras da empresa. (Imagem: Ilustrativa)

PARCERIA

Quase todos os empreendedores que fizeram parte deste estudo fazem uso de serviços básicos de contabilidade, como balancete, folha de pagamento, obrigações trabalhistas e tributárias. Vale destacar que essa demanda foi mencionada por quase 97% dos entrevistados.

E mais, 79% dos empreendedores acreditam que o contador poderia oferecer mais auxilio para ajudar a melhorar os negócios, em contrapartida, 25% afirmaram que já recebem esse tipo de suporte.

Ainda assim, 23% alegaram ter o suporte do contador na gestão financeira, 73% afirmaram pensar que o profissional contábil poderia apoiar mais os cuidados com o dinheiro negócio.

OUTROS DADOS

Abaixo, veja um resumo das demais informações trazidas pelo estudo conduzido pelo SEBRAE a respeito da relação entre empresários e contadores:

  • 30% utilizaram o contador para a implementação de sistemas informatizados, mas 63% acham que esse serviço poderia ser mais ofertado
  • 15% utilizaram o contador na elaboração do plano de negócios, mas 67% gostariam de ter esse suporte
  • 29% receberam do contador relatórios de desempenho e diagnóstico, mas 77% gostariam de ter esse serviço
  • 7,1 é a nota média que o empreendedor dá ao contador quanto ao seu nível de conhecimento sobre a empresa
  • 35% dos empreendedores deram uma nota entre 0 e 6 ao seu contador
  • 29% avaliaram os contadores com uma nota 9 ou 10
  • 8,3 é a nota média dada ao contador no quesito confiança
  • 7,6 é a nota média quanto à clareza e compreensão das informações recebidas do contador.
Procure manter sempre uma boa relação com o seu contador, ele é o seu braço direito nas questões financeiras da empresa. (Imagem: Ilustrativa)
Procure manter sempre uma boa relação com o seu contador, ele é o seu braço direito nas questões financeiras da empresa. (Imagem: Ilustrativa)

Procure manter sempre uma boa relação com o seu contador, ele é o seu braço direito nas questões financeiras da empresa.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e siga as nossas redes sociais Instagram, Facebook, LinkedIn e Youtube.

 

Leia também

Efeitos da Pandemia sobre os cálculos do 13º salário

Como escolher o melhor Regime Tributário para 2021

Entenda como o contador é importante em uma pequena empresa

 

Entenda como o contador é importante em uma pequena empresa

A contabilidade e uma pequena empresa devem sempre caminhar de mãos dadas afim de garantir o sucesso do negócio. Pois, uma contabilidade vai muito além de fazer o controle financeiro, superar a concorrência e criar um diferencial para atrair clientes, é também superar a burocracia do país.

Neste artigo, mostraremos como um contador pode fazer mais por sua empresa – desde que você abra mais espaço para isso.

O QUE O CONTADOR PODE FAZER POR SUA EMPRESA?

Poderá ajudá-lo com atividades e inclusive, ir muito além disso. Separamos logo abaixo, algumas das competências e atribuições que você pode esperar desse profissional, principalmente se ele tiver acesso direto aos dados financeiros da empresa por meio da integração com o seu sistema de gestão.

  • Preencher e arquivar documentos legais necessários para a operação da empresa
  • Garantir que o seu negócio esteja em conformidade com a legislação tributária e fiscal.
  • Elaborar e enviar declarações.
  • Manter o registro da empresa atualizado e em conformidade com as exigências dos órgãos governamentais
  • Manipular a folha de pagamento para garantir que todos os funcionários tenham os salários tributados corretamente.

Como um contador pode fazer mais por sua empresa – desde que você abra mais espaço para isso. (Imagem: Ilustrativa)
Como um contador pode fazer mais por sua empresa – desde que você abra mais espaço para isso. (Imagem: Ilustrativa)

A IMPORTÂNCIA DO CONTADOR

Caso você seja um autônomo com CNPJ, sem funcionários, pode tranquilamente fazer a parte tributária do seu negócio sozinho e sem muita dificuldade.

ROTINAS E CONTROLES DO DIA A DIA

Formatos jurídicos, contratos, definições e planejamento financeiro prontos não são exatamente o trabalho do contador. Assim, esse profissional precisa dar suporte sobre as modificações na legislação brasileira, fazer os balanços mensais e dos períodos maiores.

FECHAR UM NEGÓCIO

Precisamente pela legislação, acertos de contas, divisão entre sócios, levantamento de recebíveis, inventário e outras questões financeiras e jurídicas é que o contador deve estar presente até no encerramento das atividades empresariais.

ENCONTRE UM CONTADOR

Agora que você já sabe como um contador para fazer e muito para a sua empresa. Entre em contato com a equipe da Fiscalizo Contabilidade e traga a sua empresa.

Siga as nossas redes sociais Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.

 

Entenda como a relação entre o cliente e o contador pode ser um diferencial para o sucesso do negócio

Quando se fala em diferencial entre o cliente e o contador, muitos se questionam que tipo de relacionamento poderia ser este, afinal de contas, no ramo dos escritórios de contabilidade onde todos oferecem os mesmos serviços, o único diferencial visível seria os preços, colocando assim, outro item bastante importante de lado, o relacionamento.

Especialistas afirmam que a diferenciação entre o preço e principalmente o atendimento, fazem um cliente pagar mais caro por determinado serviço.

Em 2017 o sócio da NTW Contabilidade e autor de livros de sucesso como “Big Brother Fiscal”, o contador Roberto Dias Duarte, fez uma pesquisa com quase 400 pessoas para saber os novos desafios que os escritórios de contabilidade enfrentam.

Nela, constou que 56% das empresas acreditavam que a excelência no atendimento seria um aspecto competitivo em suas operações, contra 70% que acreditavam que o cumprimento rigoroso dos serviços de assessoria seria um grande diferencial.

Estabelecer uma bela rotina de comunicação saudável te permite esclarecer dúvidas nos clientes, antes mesmo que elas venham a existir, isso melhora o seu dia a dia, dos seus clientes e de sua equipe.

É importante destacar que é importante ser relevante em seus contatos, e além de tudo, se você perceber que o cliente não entendeu a sua mensagem, repita a informação de forma que ele entenda exatamente o que você tem a dizer.

Dentre os assuntos mais importantes que você pode tratar com o seu cliente são;

no ramo dos escritórios de contabilidade onde todos oferecem os mesmos serviços, o único diferencial visível seria os preços, colocando assim, outro item bastante importante de lado, o relacionamento.
Estabelecer uma bela rotina de comunicação saudável entre o contador e o cliente permite esclarecer dúvidas (Imagem: Ilustrativa)

Esclarecimento de legislação e obrigações

Busque sempre facilitar a vida do cliente para que ele possa sentir-se seguro e preparado para atender a todas as exigências previstas, deixando claro quais ações ele deve tomar e quando. logo, você também passará a ser percebido para além da operação fiscal.

Alerta sobre prazos

Use a tecnologia como sua maior aliada para evitar esquecimentos e reduzir o tempo com a digitação dos lançamentos contábeis.

Como muitos clientes já fazem os lançamentos de recebimento, pagamento e a conciliação dentro de um sistema de gestão, você pode acessar esses dados e exportá-los diretamente para o seu sistema contábil, ganhando um tempo incrível.

Orientações e Dicas

Marcar uma reunião (presencial ou online) para acompanhar seu cliente na realização de uma tarefa pode ser essencial e muito interessante no relacionamento, onde você pode mostrar qual é o documento hábil necessário para realizar cada lançamento fiscal e como ele deve fazer essa atividade de maneira correta e entre outros assuntos.

Fale com a equipe de contabilidade da Fiscalizo, eles irão te auxiliar da melhor forma. Siga as nossas redes sociais como Instagram, Facebook, Linkedin, WhatsApp ou até mesmo pelo nosso site.

 

Suporte