5 dicas para aguçar sua capacidade de liderança

Capacidade de liderança é uma competência muito requerida pelo mercado atualmente, ainda mais em cargos como de gestão, administração, coordenação, chefia, etc. Na verdade, as empresas buscam líderes – pessoas autônomas e empenhadas, capazes de fazer acontecer na rotina da corporação – em todos os tipos de profissionais e posições. Mas ter lideranças de alta performance em cargos estratégicos é fundamental.

Contudo, o termo liderança se tornou vulgar com o tempo. Não é uma competência inata como se pensava há alguns anos. Saber liderar é algo que precisa ser desenvolvido com o tempo e, quem sabe, por toda a carreira.

Os requisitos do mercado e até mesmo do próprio ato de liderar muda com o tempo e responde às necessidades e contextos de cada período. Hoje, ser líder não é tarefa fácil. Selecionamos 5 dicas sobre liderança que podem fazer a diferença no seu modo de atuação. Confira!

1) Aprenda a ouvir

Aprender a ouvir o colaborador e a equipe é essencial para a liderança moderna. Este sempre foi um dos maiores problemas dos líderes: mais que ordenar, saber ouvir. A escuta atenta do colaborador pode oferecer informações e perspectivas muito mais amplas, que podem impactar na sua tomada de decisão.

Muito se fala que o líder deve saber dar o feedback ao colaborador durante a sua rotina de trabalho – e realmente isso é importante. Mas é essencial que a liderança abra espaço para que os liderados possam também fazê-lo, ensinando-os sobre a relevância e a forma de efetivar um feedback assertivo, para que ele possa ouvir com atenção.

Saiba a importância do Departamento Pessoal para uma empresa

Conheça o SEFAZ e veja porque você precisa dele

Capacidade de liderança é uma competência muito requerida pelo mercado atualmente, ainda mais em cargos como de gestão, administração, coordenação, chefia, etc. (Imagem: Ilustrativa)
Capacidade de liderança é uma competência muito requerida pelo mercado atualmente, ainda mais em cargos como de gestão, administração, coordenação, chefia, etc. (Imagem: Ilustrativa)

2) Compreenda a importância de aprender e ensinar no meio corporativo

O termo learning organization – organizações que aprendem – é cada vez mais comum entre líderes e gestores. É um novo paradigma de gestão de alta performance incentivar o aprendizado mútuo entre as suas equipes e funcionários, para assim, gerar novos diferenciais de mercado – determinante para os próximos anos.

Para isso, é importante que os gestores e o RH construam uma proposta de cultura organizacional que permita tal aprendizado. No centro desta estratégia, está a liderança: o líder é um mediador do processo de ensino-aprendizagem corporativo; ele mesmo deve estar disposto a ensinar e a aprender, tendo uma postura proativa junto da equipe.

3) Não seja limitado

É cada vez mais comum as empresas contratarem ou formarem lideranças especializadas, ou seja, além de dominar as funções para o seu cargo, espera-se que o líder se especialize nos conhecimentos relativos ao seu setor e que seja um especialista no segmento em que atua. Ou seja, além de ser um profissional altamente especializado em uma área do conhecimento e ter um hábil líder, é preciso que ele conheça a fundo as funções importantes em que atuam determinados profissionais de sua equipe.

Alvará de Funcionamento: Uma empresa não funciona sem ele. Saiba mais

Saiba o que fazer quando sua empresa está irregular

Capacidade de liderança é uma competência muito requerida pelo mercado atualmente, ainda mais em cargos como de gestão, administração, coordenação, chefia, etc. (Imagem: Ilustrativa)
Capacidade de liderança é uma competência muito requerida pelo mercado atualmente, ainda mais em cargos como de gestão, administração, coordenação, chefia, etc. (Imagem: Ilustrativa)

4) Era da Experiência – Liderança a serviço dos liderados

As organizações estão cada vez menos hierarquizadas. Isso é uma resposta à chamada Era da Experiência. Assim como os consumidores não querem apenas adquirir um produto ou serviço, mas a experiência positiva que isso proporciona, um dos públicos da empresa são os seus colaboradores – o público interno, que quer ter uma experiência gratificante fazendo parte da organização.

E isso não pode ser apenas fachada, um subterfúgio do chamado Employer Branding: o colaborador precisa ser ouvido, ter um ambiente de trabalho motivador, participar da tomada de decisão sobre os processos e se desenvolver com a ajuda e as políticas da cultura organizacional. O líder deve ter isso em mente no seu fazer diário.

5) Liderança que forma líderes

Outro aspecto essencial de liderança para aqueles que querem se tornar líderes melhores é ter a capacidade de formar líderes. Isso mesmo: uma equipe de profissionais com autonomia, que saibam se colocar e buscar saídas. Profissionais que tomam decisões acertadas, que liderem em suas funções.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade

Siga as nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitterYoutube e Linkedin.

 

Suporte