Como aumentar as suas vendas?

Os clientes estão sentindo a pressão para fazer mais com menos, e muitos deles estão reduzindo o número de empresas com as quais fazem negócios. Ao mesmo tempo, as empresas estão incentivando seus vendedores a aumentar as vendas para os clientes atuais.

Os vendedores que mantêm o foco nas necessidades dos clientes têm menos probabilidade de serem destituídos de ofertas especiais oferecidas pelos concorrentes.

Eles também podem ser recompensados ​​com maior lealdade do cliente e vendas repetida

1. Penetração crescente

Os vendedores dispostos a gastar horas preparando e aprendendo sobre seus clientes, seus problemas e suas necessidades registram a maior penetração.

Identifique produtos ou serviços que o cliente poderia comprar, mas não compra. Calcule o potencial total da conta estimando o que está sendo comprado da concorrência.

Desenvolva um plano para expandir seu pool de contatos na conta. Muitos gerentes têm autoridade de compra exclusiva para seus departamentos. Tente identificar todos eles. Fique conectado à rede e associações de seus clientes.

Continue tentando agregar valor em todos os contatos de seus clientes. A contribuição mais importante que você pode dar aos clientes existentes é seu conhecimento e experiência. Quais informações você possui e que podem ser benéficas para os clientes? Definir valor em termos de cliente. As possibilidades de criação de valor são ilimitadas: serviço mais rápido, melhor entrega, pedidos mais fáceis, recursos e benefícios exclusivos, etc.

Faça com que os clientes sintam que têm um relacionamento especial com você. Observe os números para entender a estratégia de negócios e a situação financeira do cliente. Quais são as metas de crescimento de negócios do cliente? Quais são os maiores impulsionadores e drenos de lucro? Como você pode ajudar os clientes a expandir seus negócios?

2. Desenvolvendo um plano de ação

É uma boa ideia considerar os clientes como possíveis clientes e desenvolver um plano de ação para obter negócios adicionais deles.

Expanda as necessidades dos clientes e tente determinar como eles estão sendo atendidos agora. Se o aumento de negócios que você deseja está indo para os concorrentes, é uma boa ideia apresentar uma diferenciação significativa. A maioria dos clientes está sendo imerecida de alguma forma. Muitos deles estão em relacionamentos comerciais que não têm incentivo para mudar. Eles possuem um provedor que sempre foi capaz de convencê-los a não mudar. Tente fazer com que esses clientes percebam que seria melhor aumentar seus negócios com você. Como você conhece o cliente, deve conseguir uma abordagem de venda atraente.

Reconheça que a chave para vender mais a clientes existentes está no seu suporte pós-venda. As expectativas e preocupações dos clientes em relação ao suporte pós-venda influenciam suas futuras decisões de compra. Quando os clientes compram um produto ou serviço, acreditam que estão comprando mais do que o item específico. Eles geralmente têm expectativas em relação ao grau de suporte pós-venda que o produto ou serviço traz consigo.

O suporte pós-venda determina se eles aumentarão pedidos futuros ou mudarão suas lealdades para outro vendedor. Os vendedores que aumentam as vendas para os clientes existentes geralmente veem o suporte pós-venda como uma oportunidade para fortalecer seu relacionamento.

3. Criando credibilidade e confiança

Seja um verdadeiro consultor para o seu cliente. Aumente seu sucesso em reter e aumentar clientes atuais, concentrando seus esforços em chamar as pessoas certas nas contas certas com ideias inovadoras e únicas. Ofereça ideias inovadoras. Os clientes estão tão ocupados lidando com suas próprias pressões competitivas que não têm tempo para discutir ideias cansadas. O que você aprendeu de outros clientes com problemas semelhantes que podem aliviar a dor do seu cliente atual imediatamente. Empacotar essas informações de maneira criativa é a chave para aumentar seus negócios com esse cliente. Converse sobre a estratégia de negócios com seus clientes.

Converse os resultados com os clientes. Mostre como seu produto ou serviço pode afetar positivamente o desempenho do cliente. Identifique as necessidades apropriadas e crie um caso atraente para sua solução.

Seja inovador. Aumente a credibilidade como um consultor confiável, trazendo à mesa soluções inovadoras e altamente diferenciadas que respondem aos desafios de negócios exclusivos dos clientes.

Faça sua lição de casa. Concentre-se nos resultados e no relacionamento. Novas condições exigem novas estratégias. Saiba mais e transforme esse conhecimento em valor. Os clientes querem uma visão. Vá além de fazer boas perguntas sobre a situação dos clientes. Antes de ficar na frente do cliente, saiba as respostas para as perguntas sobre os próprios clientes, concorrentes, pontos fortes e fracos do cliente.

Concentre-se em resultados e relacionamentos. Demonstre comprometimento com seu cliente agregando valor. Realize revisões periódicas da conta para resumir o valor que você está fornecendo e identificar áreas de melhoria.

Veja a empresa de cada cliente como um mercado. Concentre seus esforços em segmentar e capturar participação nesse mercado. Alavancar sucessos e relacionamentos.

Com essas dicas simples você pode aumentar as vendas de sua empresa e transformar o relacionamento com seus clientes. Nós da Fiscalizo Contabilidade & Seguros temos as melhores opções de assessoria contábil, para que você tenha tempo para investir em crescimento de vendas e deixar a burocracia com quem entende, nossos especialistas estão aguardando sua ligação!

Como Manter Seus Funcionários Engajados

Gerenciar funcionários é uma das coisas desafiadoras que os gerentes de recursos humanos enfrentam. Não é mentira que fazer o mesmo tipo de trabalho todos os dias pode ser monótono e chato. Estudos têm mostrado que, para tirar o melhor proveito da sua força de trabalho, eles precisam estar motivados para trabalhar.

Uma das maneiras que você pode fazer é mantê-los engajados em algo que é mais do que apenas trabalho. Criar um ambiente de trabalho divertido reduzirá a frustração que os funcionários sentem e os tornará mais felizes e produtivos. Também reduzirá a rotatividade de funcionários.

Existem várias maneiras de manter seus funcionários ocupados. Uma das formas mais eficazes é usar um aplicativo.

Gerenciamento de Produtividade dos Funcionários
Uma das funções de uma equipe de recursos humanos é aumentar e gerenciar a produtividade de seus funcionários. Funcionários produtivos criam um ambiente saudável. É um desafio gerenciar isso manualmente, e é aí que os aplicativos entram.

Para gerenciar a produtividade tradicionalmente, a equipe de RH tinha que passar por vários processos de gerenciamento, coletar feedback e realizar análises. Isso pode perder muito tempo. Um aplicativo de gerenciamento de funcionários é uma ótima solução.

Como funciona um aplicativo de gerenciamento
O aplicativo funciona em conjunto com uma ferramenta de gerenciamento de tempo e ajuda a equipe de recursos humanos a acompanhar as atribuições dos funcionários em tempo real. Cria um canal de feedback entre os funcionários que trabalham no mesmo projeto e a equipe de gerenciamento. Isso significa que a empresa será capaz de aumentar o engajamento, melhorar a comunicação e economizar tempo, o que levará a lucros mais altos, enquanto diminui os custos gerais.

Existem vários aplicativos de gerenciamento no mercado e cada um é único em seu próprio caminho. Eles podem não ter os mesmos recursos, mas no longo prazo, tudo vem a calhar quando se trata de gerenciar os funcionários de forma eficaz.

Veja aqui os principais benefícios desses tipos de aplicativos:

  1. Melhore o trabalho em equipe
    Ao usar o aplicativo, os funcionários de campo poderão se comunicar facilmente com seus colegas no escritório e acessar todos os arquivos e atualizações em tempo real. Desta forma, ninguém se sentirá excluído. Seus funcionários poderão postar todos os arquivos e informações referentes ao projeto, conforme necessário, sem atrasos.
  2. Capacidade de Priorizar
    A equipe de RH pode instantaneamente informar seus funcionários sobre tudo o que está acontecendo em um ano ou um trimestre. Caso haja alguma comunicação urgente, o aplicativo será o meio mais rápido de obter as informações para os funcionários.
  3. É um ajudante útil
    Esses aplicativos eliminam o uso de emails. Os funcionários podem encontrar tudo o que precisam no aplicativo, pois o aplicativo contém um calendário no qual todos os eventos, compromissos e notas podem ser postados para acesso de todos. Depois que o calendário anual for atualizado e publicado, é fácil para os funcionários pedirem folgas.
  4. Dá aos funcionários uma voz
    Os aplicativos permitem que os funcionários compartilhem suas ideias ou preocupações e até mesmo publiquem algumas coisas divertidas a qualquer momento, o que cria um ambiente divertido e interativo para eles. É também uma ótima maneira de os funcionários criarem ligações entre si.
  5. Atualizar pacotes de benefícios
    Se houver alterações nas políticas ou nos pacotes de benefícios da empresa, as informações poderão ser compartilhadas rapidamente no aplicativo. O aplicativo também permite que os funcionários façam perguntas se tiverem algum, de modo que o RH não tenha que responder à mesma pergunta repetidas vezes, como é o caso dos e-mails.

Alguns aplicativos de gerenciamento de funcionários permitem que os funcionários tenham seus próprios espaços ou portais personalizados. Aqui os funcionários podem solicitar dias de folga, fazer outras solicitações e mais privadamente. Além disso, a equipe de RH pode publicar facilmente quaisquer avaliações de desempenho e correspondência pessoal no portal privado

Os funcionários são a espinha dorsal do sucesso de qualquer organização, mas devem ser sempre eficientes para que a organização possa prosperar. Usar aplicativos de gerenciamento aumentará sua eficiência. O futuro está indo digital e esses aplicativos podem ser o melhor plano de comunicação interna que sua empresa pode ter.

Decole Seus Projetos Com Essas Dicas

Atualmente o mercado está cada vez criando mais oportunidades, com isso muitas pessoas desenvolvem uma veia empreendedora a qual nunca foi descoberta, porque as pessoas não estão desenvolvendo essa veia até que percebem problemas no mercado de trabalho e voltam com soluções inteligentes para cobrir sua renda.

Todas essas mudanças estão ativando nossa mente e nos fazem perceber que muitas pessoas ao redor do mundo pegaram uma situação que é inconveniente e a transformaram para tentar resolver e fazer alto para melhorar a vida de todos.

Pode parecer fácil quando falamos, mas desde entender, estudar e desenhar um projeto é uma estrada árdua com muitos altos e baixos, tornando a jornada do empreendedor um pouco mais complicada do que parece ser.

Hoje em dia temos uma maior facilidade para estudar e testar novas ideias, o que antes poderia ser bem difícil, hoje temos um meio termo que visa saber um pouco antes, sobre qualquer nova ideia ou projeto antes de lançar.

Antes de tudo deixe sua ideia redonda, assim todos os testes serão os mais precisos possíveis, pois você terá uma ideia mais clara do que as pessoas compreenderam sobre o que você irá lançar. Podemos avaliar esses como um pré-teste já que não adianta apenas testar sua ideia, mas ela precisa estar apta a ser entendida.

Você pode desenhar e explicar a alguns amigos mais críticos ou até a familiares se eles realmente entenderam. Quanto mais as pessoas forem de áreas diferentes do que a sua ideia se propõe, melhor é para testar a quão clara ela é…

Partindo do ponto de vista que você tem agora essa ideia bem desenhada, o que fazer?

Faça uma Landing Page

Para quem não conhece o termo, é apenas uma página estática na internet, daquelas bem simples, que explicam sobre algum produto ou serviço novo no mercado, com um formulário de contato para as pessoas que tiverem interesse deixarem seus dados e serem avisados no lançamento do produto ou serviço.

Essa tática é extremamente simples e ajuda a quantificar sua pesquisa, já que as pessoas que estão interessadas em seus produtos deixarão seus contatos para saber mais sobre a nova empreitada.

Outra coisa que pode ser importante é oferecer algo em troca, caso a pessoa deixe seu contato ela irá receber um e-book ou um vídeo falando mais sobre o produto e suas aplicabilidades, isso será de grande valia pois aumentará o número de pessoas interessadas.

Fale sobre sua ideia em grupos

Geralmente essa possibilidade gera muito medo e insegurança, porém os ganhos podem ser muito maiores, já que você está expondo algum tipo de solução que pode ser muito importante para alguém em seu networking, e não adianta ficar preocupado se irão roubar a sua ideia, já que raramente isso acontece, pois os empreendedores estão preocupados com suas próprias ambições e dificilmente largarão as coisas delas para assumir outras.

Sendo assim partilhar suas ideias e aspirações em grupos não vai gerar algum roubo , mas te auxiliará em  perceber o interesse das pessoas pelo assunto, existem grupos de tudo na internet, portanto é uma questão de avaliar o potencial do grupo que irá apresentar sua ideia.

Faça uma oferta

Essa é a forma mais concreta de testar algo, porém é considerada a mais ousada já que você coloca uma meta de ganhos para poder liberar sua ideia, as pessoas costumam usar as plataformas de Crowfunding (financiamento coletivo) em que você pode colocar uma oferta e sua meta para ela e, assim, conseguindo o número de pessoas, você fará o seu negócio acontecer.

A questão é que você já vai começar o seu caminho oferecendo algo e conseguirá compreender se as pessoas estão mesmo dispostas a pagar por isso ou não, tudo é uma questão de testes e análises do mercado onde será inserida a ideia.

Essas três dicas são boas para você identificar em poucos passos se sua ideia tem potencial ou não. Porque você irá expor sua ideia e as pessoas poderão questionar e comentar seus maiores desejos ou dúvidas sobre aquilo que irá lançar, sem falar que com isso você não precisa gastar tanto tempo, energia e dinheiro para perceber se seus negócios são bons ou não.

Esperamos que suas ideias sejam logo disseminadas para o mundo, testando às pode ser que você tenha mais inspiração e confiança para fazê-las acontecer.

Caso tenha alguma dúvida não hesite e fale conosco, nossos especialistas estão dispostos a tirar seus projetos do papel.

Você Sabe Como Montar Um Plano de Negócios?

O que você precisa saber para seu plano de negócios funcionar, algumas diretrizes ajudam você a arquitetar sua empresa do zero e faça ela decolar. Estas diretrizes são os planos de negócio.

Muito se vê por aí no que diz respeito a “tirar sua empresa do papel”, mas o plano de negócios é justamente o contrário: você define todos os detalhes da sua empresa antes mesmo de tira-la do papel! Através dele você arquiteta a cultura da empresa, o público-alvo, concorrência e etc.

Antes de sentar e definir tudo, há algumas questões que devem ser respondidas, exemplo: “qual o seu mercado?”, “o que você vende?” e “qual é o seu negócio?”. Através das respostas, você poderá detalhar as informações. As respostas devem ser objetivas e claras, sem que haja dupla interpretação.

Agora, confira como você pode elaborar seu plano de negócios.

Sumário Executivo

Esta etapa é o pontapé para as outras. É aqui que sai “a personalidade” da sua empresa.
As informações que você vai precisar definir são: missão, visão, valores, mercado de atuação, investimento inicial, diferenciais, descrição da empresa, público-alvo, produtos e serviços oferecidos, localização e enquadramento tributário.

Tente resumir tudo em duas páginas no máximo, de modo que fique interessante para o leitor.

Análise de mercado

Esta etapa define se haverá demanda para o produto ou o serviço fornecido e o mercado de atuação da sua empresa. Para definir seu público-alvo, responda as perguntas: “quem está comprando?”, “porque está comprando?”, “quais são seus hábitos?”, “onde residem?”, “o que está comprando?”, “qual a renda?”, etc. Detalhes como estes favorecem você a definir a persona de quem estará interessado em adquirir o que sua empresa oferece.

O segundo passo é você definir os canais de distribuição, planos de comunicação e preços. Não esqueça de avaliar seus concorrentes! Entenda como o consumidor se comporta, porque compram e onde compram.
Para finalizar, tenha em mãos os fornecedores do seu concorrente e mantenha um documento atualizado com prazo e condições de pagamento de cada um.

Plano de Marketing

Uma vez que você definiu alguns itens principais, agora é hora do plano de marketing e a comunicação com seu potencial consumidor.
Estruture toda a comunicação: os meios, as identidades visuais, redes sociais, etc.
Tenha sempre a informação completa de todos os produtos e serviços que você ofertará e sempre se diferencie dos seus concorrentes.

Plano operacional

Defina como a sua empresa fará a comercialização de produtos e serviços. Relacione os equipamentos, quantidade de pessoas, prazos para cada etapa.

Plano financeiro

Depois das etapas acima, hora de arquitetar o plano financeiro. Este deverá ser feito em cima de todos os custos do seu plano de negócio. Se você chegou a conclusão de que é viável, então defina o investimento de implantação.
Inicialmente você pode considerar estes itens: investimento fixo, investimento pré-operacional, capital de giro e demonstrativo de resultados.
Seu faturamento mínimo sairá deste plano para evitar que a empresa não tenha prejuízo. Através dele também é medido o prazo de retorno de investimento, ou seja, seu lucro. Para concluir, um plano de negócio bem feito é fundamental, pois, é aqui que toda a vantagem competitiva da sua empresa será definida.
Se você ainda estiver em dúvida em como realizar este planejamento, fale com nossos consultores gratuitamente.

Scroll Up
Suporte Especializado