Veja as diferenças entre Contabilidade Online ou Contabilidade Digital

Os termos contabilidade digitais e contabilidade online surgiram recentemente através do avanço tecnológico e do anseio da sociedade, por serviços cada vez mais digitais. Acontece que muitas pessoas ainda acreditam que os termos são sinônimos, entre si, o que não é uma verdade.

A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA

Como é do conhecimento de todos os profissionais da área contábil, o setor está passando por fortes e rápidas mudanças, onde serão capazes de sobreviver aqueles que se adequarem de forma mais rápida, agregando assim valor aos seus serviços e oferecendo vantagens que atraiam novos clientes.

Algo parecido está acontecendo com o mundo contábil, em 2012, surgiu a contabilidade online que oferecia os mesmos serviços da contabilidade tradicional, porém com a prestação de serviços online.

Já em 2015 chega ao Brasil, um modelo de contabilidade que já era um sucesso em países mais desenvolvidos, a Contabilidade digital. O novo modelo contém ferramentas que entregam aos clientes maior facilidade atreladas ainda a redução de custos.

Podemos destacar aqui a primeira diferença tendo como base a eficiência de cada modelo:

CONTABILIDADE ONLINE:

A contabilidade Online é capaz de entregar todas as obrigações legais de sua empresa, por um custo menor que um escritório tradicional, principalmente por mudanças estruturais na formatação do negócio contábil.

CONTABILIDADE DIGITAL:

Já Contabilidade Digital além de oferecer melhores custos, promete agregar valor ao seu negócio auxiliando a sua empresa a aumentar a sua eficiência e consequentemente a lucratividade do negócio.

Os termos contabilidade digitais e contabilidade online surgiram recentemente através do avanço tecnológico e do anseio da sociedade, por serviços cada vez mais digitais. (imagem: ilustrativa)
Os termos contabilidade digitais e contabilidade online surgiram recentemente através do avanço tecnológico e do anseio da sociedade, por serviços cada vez mais digitais. (imagem: ilustrativa)

 

O que é conta PJ e por que ela é importante para o seu negócio?

Veja dicas de gestão para empreendedores iniciantes

Enquanto no modelo tradicional de contabilidade e até mesmo na contabilidade online, o contratante não consegue visualizar o real valor do serviço contábil e acaba entendendo que seja apenas um mal necessário, na contabilidade digital o empresário passa a perceber como o serviço de contabilidade agrega valor e ajuda a sua empresa a se desenvolver.

COLETA, ORGANIZAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE DADOS

A troca de informações entre o cliente e o seu serviço de contabilidade, sempre foi uma grande dificuldade para ambos os lados. Vejamos como cada modelo de contabilidade simplificou o processo.

CONTABILIDADE ONLINE:

A Contabilidade Online, chegou como uma verdadeira revolução. Em geral os contadores que adotaram essa metodologia passaram a oferecer aos seus clientes um portal web para troca de informações. Através dele o cliente poderia fazer o download de extratos, certidões e enviar informações para o seu contador, como documentos e planilhas de funcionários.

CONTABILIDADE DIGITAL:

Porque fazer com que o cliente acesse todos os dias, um portal web para trocar informações com o seu contador através de arquivos e planilhas, quando é possível fazer isso de forma otimizada, ganhando tempo e reduzindo custos? Essa foi a estratégia adotada pela contabilidade digital.

Os termos contabilidade digitais e contabilidade online surgiram recentemente através do avanço tecnológico e do anseio da sociedade, por serviços cada vez mais digitais. (imagem: ilustrativa)
Os termos contabilidade digitais e contabilidade online surgiram recentemente através do avanço tecnológico e do anseio da sociedade, por serviços cada vez mais digitais. (imagem: ilustrativa)

 

Nome Fantasia: O que é? Como escolher para sua empresa

Entenda a relação entre Contabilidade e curva ABC das empresas

PREÇO DOS SERVIÇOS

Chegamos ao ponto de maior polêmica entre os modelos de contabilidade existentes hoje. Vejamos a diferença entre cada um deles.

CONTABILIDADE ONLINE:

A Contabilidade Online não está interessada em agregar valor ao seu negócio, mas sim em conquistar novos clientes a todo o custo, como um vendedor que grita em uma feira: “Serviços Contábeis, serviços contábeis! Faça a contabilidade de sua empresa por apenas R$ 29,90” assustador não é mesmo? Será que esse modelo consegue sobreviver por muito tempo e entregar qualidade aos seus clientes? Fica a dúvida.

CONTABILIDADE DIGITAL:

A Contabilidade Digital por sua vez, está mais preocupada em oferecer verdadeiros diferenciais e um atendimento consultivo aos seus clientes. Neste modelo existe uma relação maior de proximidade entre o cliente e seu contador. Neste modelo o empresário reconhece a importância e o valor de sua consultoria contábil para o sucesso de sua empresa e aceita, portanto, pagar mais pela prestação dos seus respectivos serviços.

Resumo e conclusão sobre as principais diferenças entre a Contabilidade Digital e a Contabilidade Online

Enquanto, a Contabilidade Online, utiliza basicamente um portal web para troca de informações e valores mais atrativos para os seus clientes, a Contabilidade Digital conta com uma verdadeira integração entre o sistema de gestão de uma empresa e o sistema de gestão contábil do serviço de contabilidade.

Fonte: EuContador

Conheça a Fiscalizo contabilidade e siga nossas redes sociais Instagram, Facebook e Linkedin.

Entenda como aumentar suas vendas com o Pós-Venda

Muitos empreendedores trabalham exaustivamente no processo de prospecção de clientes e conclusão de vendas de seus produtos. Sabemos o quanto esse processo é extremamente complicado, e concluir uma venda é praticamente mais uma missão cumprida. Entretanto, um dos passos mais importantes das vendas é simplesmente deixado de lado, o Pós-Venda.

O QUE É?

O Pós-Venda é um importante processo que pode fazer empresas se tornarem referência em seus mercados de atuação. Através dele, é possível fazer os clientes se tornarem praticamente promotores de sua marca.

Esse procedimento, em sua maioria, consiste em verificar a satisfação do cliente depois que ele já fechou uma transição com sua empresa. Das empresas que fazem esses serviços – por entender a importância dele -, as empresas de instalação de TV a Cabo são referência no mercado na utilização do Pós-Venda.

Após vender os seus serviços, essas empresas têm como política, entrar em contato com o consumidor para verificar se a instalação foi feita na data correta, e principalmente se o técnico responsável pela instalação realizou o procedimento de forma correta.

O Pós-Venda é um importante processo que pode fazer empresas se tornarem referência em seus mercados de atuação. (Imagem: Ilustração)
O Pós-Venda é um importante processo que pode fazer empresas se tornarem referência em seus mercados de atuação. (Imagem: Ilustração)

COMO FAZER?

O primeiro passo para fazer isso, é necessário decidir quem ficará responsável por executar essa função. Em pequenas empresas, em sua maioria são as próprias equipes de vendas que realizam essa tarefa. Já em grandes empresas, onde há grandes investimentos, o ideal é criar uma área voltada somente para isso.

É importante também criar um fluxo para definir as formas de entrar em contato com os clientes e em que momentos isso será realizado. Algumas empresas, por exemplo, estipulam que o contato deve ser feito um dia após a compra, onde o consumidor recebe um e-mail perguntando se ele está satisfeito com a sua mercadoria ou serviço.

De acordo ao Lee Resources, com o pós-venda o consumidor tem 70% de chance de retornar ao seu negócio, além disso, ele ainda poderá indicar sua empresa para amigos e parceiros, ou seja, resulta em fortalecer cada vez mais a marca no mercado.

Conheça a Fiscalizo Contabilidade e siga nossas redes sociais Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.

Leia também:

Qual o papel da consultoria jurídica em uma análise de financiamento?

Saiba como funciona o pagamento de férias coletivas

Não emitir nota fiscal é crime? Saiba mais

Redação de Thiagho Silva

Contratar um seguro: EP 4: Meu Patrimônio, Minha Vida

Proteger o patrimônio é algo necessário, ou seja, todo mundo sonha e quer ter seu imóvel, seu carro, dentre outros bens que podem ser adquiridos ao longo da vida. Conquistar qualquer patrimônio não é algo fácil, e nem sempre os planos são concluídos como pensado inicialmente.

Para isso, existe o seguro patrimonial que tem como objetivo proteger a integridade física das pessoas e do patrimônio de uma organização, com intensão de prevenir além de reduzir danos patrimoniais.

Além disso, o seu pacote é composto por subdivisões específicas para cada tipo de negócio, por exemplo, a segurança de condomínios, segurança empresarial, segurança bancária entre outras.

Por que contratar?

A proteção patrimonial te da uma preocupação a menos, ao saber que seus bens estão protegidos, além de ser uma maneira de se resguardar diante da sua fonte de renda e manter seus negócios ativos.

Saiba como proteger o seu patrimônio de eventuais acidentes (imagem: ilustrativa)
Saiba como proteger o seu patrimônio de eventuais acidentes (imagem: ilustrativa)

Mas ao pensar em gerenciamento de riscos, esse tipo de seguro permite a transferência para uma seguradora da ameaça de perda ou dano ao patrimônio, até mesmo por terceiros. Essa seguradora, logo, assume os riscos em troca de um prêmio.

Com todos esses riscos que não se concretizam que a seguradora consegue arcar com os danos sofridos por parte dos segurados em caso de sinistro, através das reservas na contratação do serviço.

Portanto, proteger o seu patrimônio com esse tipo de seguros é uma forma de divisão de perda.

Importante destacar que os valores pagos para proteger uma residência ou uma empresa contra incêndios, geralmente, é menor do que os danos que podem acontecer.

Nós da Fiscalizo Seguros sabemos o quão importante é proteger os seus bens. Em suma, a nossa equipe está preparada para te atender e proteger os seus bens. Fale com nossos especialistas pelo WhatsApp, Facebook, LinkedIn e Instagram.

       Leia também:

Contratar um seguro porquê? EP 1: A viagem

Contratar um seguro, porquê? EP 2: O Furto

Contratar um seguro, porquê? Ep 3: Pegou fogo!

O que é Lucro Presumido?

O Lucro Presumido é um regime tributário disponível para quase todo tipo de empresa.

As condições são apenas que se ganhe abaixo de R$78 milhões por ano e que não se opere em setores específicos, como bancos e organizações governamentais.

X

Instituições inseridas no Lucro Presumido têm alíquotas de imposto que podem mudar de acordo com o tipo de atividade que atuam.

Esta porcentagem pode mudar de 1,6% até 32% sobre a lucratividade Explicamos detalhadamente como fazer o cálculo na Tabela de Impostos do Lucro Presumido.

X

Nesse tipo de regime tributário é diferente do Simples Nacional, o qual você quita apenas uma guia.

A DAS com todos os impostos inclusos, no Lucro Presumido se dividem inúmeras guias específicas para cada uma das diversas obrigações acessórias.

X

E é interessante intensificar a atenção, pois as multas por declarações entregues em atraso no Lucro Presumido.

Também serão maiores e mais punitivas, enquanto no Simples Nacional essa abordagem é mais brandas e com natureza informativa, em um primeiro período.

Veja também:

https://abrirempresa.online/quer-montar-ou-ja-tem-uma-empresa-entao-voce-precisa-saber-mais-sobre-lucro-real/

https://fiscalizoseguros.com/confira-as-dicas-para-evitar-erros-na-declaracao-de-ir-2022/

X

Como funcionam os Impostos no Lucro Presumido?

X

Os Impostos que atuam sobre a lucratividade tem recolhimento mensal, como todos os regimes tributários organizacionais.

Existem diversos impostos que atingem sobre o faturamento da empresa, alguns desses Impostos são fixos já o ISS – Imposto Sobre Serviço é calculado conforme a cidade e qual o tipo de serviço que foi prestado.

O IRPJ – Imposto de Renda e o CSLL – Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido incidem trimensalmente nas alíquotas de 15% e 9% respectivamente, apenas sobre a presunção do lucro empresarial.


X

Já o PIS e COFINS ficam na margem de 0,65% e 3% consecutivamente são cobrados uma vez ao mês sobre a hipotese do lucro da empresa.

O ISS é específico de cada cidade porém para se ter uma ideia de como será a cobrança, 1,6% da lucratividade para revenda de combustíveis e gás natural já para deslocamento de cargas atividades de imobiliárias, serviços hospitalares, industrialização para terceiros com recebimento do material e outras atividades não especificados que não sejam prestação de serviços 8% do faturamento.

Para serviço de deslocamento que não seja de cargas são cobrados 16% do faturamento no Imposto, além disso há uma cobrança distinta para serviços profissionais que requerem formação técnica ou acadêmica — como advocacia e engenharia —, intermediação de negócios, administração de patrimônios móveis ou imóveis, aluguel ou cessão desses mesmos bens, construção civil e serviços em geral, que nesse cenário o valor é de 32% do faturamento.

Lembrando que cada prefeitura cobra o ISS de forma diferente – por isso, é importante verificar se existem Exceções de Alíquotas para sua atividade.

E o cálculo do IR e CSLL?

Para o cálculo do IR e CSLL é preciso aguardar o faturamento do trimestre, então, mesmo que o lucro seja maior que a taxa prefixado – no cenário de exemplo um lucro trimestral superior a R$ 11.520,00 – o imposto incidirá apenas sobre aquela margem do faturamento.

A lógica é a mesma em caso de lucro efetivo menor: o imposto a ser pago será proporcional a taxa ou seja, você pagará mais impostos do que deveria em caso de prejuízo no período.

Há ainda outros impostos a serem analisados, de acordo com as características da atividade da empresa, como impostos sobre importações e exportações, folha de pagamento etc.

Alíquota de impostos sobre atividades

No Lucro Presumido (para um faturamento de até R$ 187.500,00 por trimestre) os tributos resumem-se em 11,33% da parte federal mais o ISS que pode variar de 2% a 5% de acordo com suas atividades o que resulta em uma alíquota total de 13,33% a 16,33% – já no Simples Nacional a variação é de 4,5% a 19,5% e esse cálculo depende da “faixa de faturamento” que você se encontra e do anexo da sua atividade.

Se mesmo assim você ainda está em dúvida sobre as tributações do Lucro Presumido, mande uma mensagem para nós!

Assine a Nossa Newsletter

Cadastre-se e faça parte da nossa lista VIP! Enviaremos informações, novidades e conteúdos exclusivos. 

Suporte